vale também...

POR António José Zeca de Assis

Primeiramente me desculpa pelos palavrões, mas não tem como contar sem menciona-los..

Eu tenho uma história também
Ela não ocorreu num IM mas ocorreu no short da AFA em 2006
Minha nossa!!!
Vale de provas short??

Ah... dane se Ciro, coloca aí.

Meu nome é António José de Assis e sou especialista em provas curtas.
Bom...
Especialista eu nunca fui.
Mas sempre falei pra todo mundo que eu era.
Ahahaha

Faço triathlon desde os primórdios, e digo isso pois faço desde 1991.
Comecei numa prova o qual não terminei, em Ribeirão Preto.
Levei toda a família pra me ver e parei com hipotermia na natação.
Que ridículo!
Minha mãe achou que eu iria morrer quando me tiraram da água de 16 graus , e claro , sem roupa de borracha quase roxo.

Bom....olha eu mudando a história aqui.

Em 2006, mais precisamente no final de 2006 no sábado – short na AFA eu tava treinado e motivado.
Eu e meus parceiros Caco Cassamasso (Bi-campeão mundial de Triathlon Olímpico AGE GROUP) me treinava, e eu fazia os treinos no clube de campo das figueiras em Porto Ferreira.
Alias.... moro em Descalvado, terra do Colucci, mas sou de Porto.

Eu, Marilson Marangoni, Luis Martins e o Caco treinávamos juntos e de vez em quando o pangaré do Ciro aparecia por aqui.

Em 2006 o Ciro tava começando a despontar e isso motivou muito a gente.

O FDP vinha de MTB de Leme até Porto (40km) fazia a transição/treino junto com a gente, dava pau na gente e voltava pedalando....lazarento!!!!

Bom...

o Hilton Lopes (da Brasil Fit) ficava por aqui de vez em quando também e treinávamos todos juntos.
Era uma festa!
Ô tempo bom!!!!
Nem fotos temos...que merda!

Então, voltando a história.
Short da AFA sábado, eu treinado e motivado pra caraleo.

O FDP do Ciro me deu um 220v antes da largada que eu fiquei com vontade de morder aquele inflável na largada.
Meu batimento subiu e eu parecia um maluco falando pro Célio apertar logo aquela buzina morfética que até sonho com ela.

Deu a largada!
300 caras nadando
Lago maravilhoso, sol, e eu nadando como nunca tinha nadado.

Nadei, nadei, nadei, e continuava no bolo.
Nadava, nadava, nadava e continuava no bolo.
Pensava:
“Mas que merda é essa?
To fluindo aqui nesse líquido desse lago maravilhoso, mas parece que todo mundo tá fluindo também.
A galera treinou pra valer esse ano.””

Saí da água bem.

Encontrei o Hilton na transição e ele com aquela lata velha Cannondale laranja de 1990.
Montamos na bike e....PAU!!!!!

Tava pedalando como uma moto!
Eu e o Hilton revezávamos exatamente como o Caco Cassamasso havia nos ensinado.
Estávamos fazendo certinho.

Pedalava e passava gente
Pedalava e passava gente

Revezando...

Pedalava e passava

Cada hora eu animava mais e passava gente a todo momento.

Eu e o Hilton até discutíamos assim:
“Daqui a pouco vamos pegar os líderes... é uma questão de tempo”

Bom... quando passamos pela portaria, já vimos a galera correndo.
Parecia que a gente tava buscando todo mundo, mas eles estavam bem na frente.

Ok, mas eu tava mordendo o guidão depois daquele 220v e nem liguei.
Saí pra correr como um loko, mas minha corrida é uma merda e acabei me conformando em quebrar e chegar com sei la quanto tempo.

Ganhei do Hilton, mas no final não foi tão bom.

MAS.............. tava feliz demais com meu pedal.
No final eu e o Hilton começamos a falar pra TODO MUNDO que nós dois tínhamos feito o melhor pedal da prova.
Pois a gente só passou gente.

Detalhe:
Nenhum dos dois tinha cronometro

Mas isso não interessava!
A gente passo tanta gente, mas tanta gente mas tanta gente que nós tínhamos feito o suposto melhor pedal da prova.

Passamos 1h30 falando sobre o pedal insano.

Até o Ciro falou que queria ver o resultado pra ver aquela média a lá Galindez.

Bom... saiu o resultado:

32 de média na bike

conclusão;

Eu e o Hilton nadamos tão mal, mas tão mal, mas tão mal que só tinha cara ruim na nossa frente.

Que merda!!!!!

Mas pelo menos a galera riu muito da história, e ri até hoje

Me desculpa pelo: “...só tinha cara ruim na nossa frente”

Sem querer desmerecer nem chatear ninguém...

4 comentários:

Pablo Bravo disse...

Como é bom ler essas histórias..
"mordendo o guidão" hehe muito bom.

Xampa disse...

Muito bom !!!!!! Muito !!!!!

Max disse...

Épica e muito bem contada.

Ulisses Franceschi Eliano disse...

rsrsrsrrsrsrsrss