Corrida para crianças . . .

Uma pessoa de SP me perguntou via email o que eu achava de corrida para crianças...

Esta pessoa, tem levado sua filha mais nova para correr de vez em quando.
Trotes leves, as vezes com o cachorro junto.
Esta criança "X" tem 12 anos.

Vamos falar aqui de crianças nesta idade mais ou menos OK?

O que deve ter acontecido, é que a criança ao ver o pai sair para a corrida, seja ela de manhã, super de manhã, ou a noite........ e ver em mais de 90% um rosto de felicidade estampado (gerado pelas sensações boas do pós corrida) na volta - a criança deve ter se interessado e falado o clássico: "Tamem kero ir pai"

Eu acho que correr é muito duro.
Muito duro!
Acho não, tenho certeza!

A criança vai sentir isso lá na frente e vai querer parar de ir junto.

Se isso aconteceu e acontece comigo, vai acontecer com ela também.

Por enquanto esta tudo sendo "festa".
Daqui a pouco a coisa complica e ela não vai querer mais ir.

Isso vai acontecer, ou mais cedo ou mais tarde.

Correr é duro!!!

Todos sabemos disso.

A corrida é muito maçante para o corpo...... e para uma criança, mais ainda.

Minha resposta, é que imagino que esta criança vai se desinteressar naturalmente, como tudo o que acontece com a criançada nesta idade.

É normal..... comigo também foi assim.

É preciso apenas tomar cuidado para que enquanto a "festa" esteja acontecendo, eles não se machuquem com tendinites, e lesões.

Correr não é só correr, e alguma coisa ruim pode acontecer se eles estiverem fora do peso e correndo com tênis errados ou desamarrados por exemplo.
Assaduras podem ser mais frequentes também.

Se quiserem leva-los para um trotezinho, blz, mas segurem a "onda" deles.

Tipo... se eles quiserem correr 2 x por semana de 2km a 4 km ... tudo bem.... NADA além disso.
Intercale corrida com caminhada, e repare constantemente na respiração e na fisionomia deles.

Minha opinião, é que nessa idade a corrida em KMs não interessa NADA!!

O que interessa é eles terem noção do que é a disciplina que o esporte -corrida- TEM.

A disciplina do ir e do ir, e do ir e do ir....
Dia, após dia, após dia, após dia...
Semana, após semana, após semana, após semana...
Mês, após mês, após mês, após mês, após mês...
Ano, após ano, após ano, após ano, após ano...

Se os pais conseguirem colocar essa noção da disciplina em seu filho(a), e ele levar isso para qualquer outra atividade da vida .... a corrida já terá contribuído.

Além disso vcs já estarão plantando aquela sementinha da vida saudável para um futuro adulto.

3 comentários:

Xampa disse...

Joguei basquete por 5 sanos, dos 12 aos 17. Joguei pelo Fluminense e disputei o carioca ao longo desses anos. Tres treinos por semana com um jogo no findi. Falo do coração: eu odiava correr, com todas as minhs forças. Não era o único, todos matávamos a corrida, todos.
Ainda bem que ela só acontecia mais no período de base de cada ano.
Abs.

Vagner disse...

Em Pucon, presenciei crianças (com menos de 12 anos) fazendo provas de triathlon.

É "bonito" de ver aquela meninada de roupa zoot e rodas zipp. Bikes de carbono, claro....

Mas não achei nada bonito ou sadio ver o semblante de sofrimento da maioria delas, enquanto pais e técnicos gritavam ao lado como se estivessem vendo corrida de cavalo.



Imagina-se

Alexandre Vasconcellos disse...

Meu filho tem 9 anos, fez a primeira "prova" dele aos 5, fez umas 3 até agora.

Sempre fez por solicitação dele e da maneira dele.

Faz o que quer e como quer, jamais o forçarei a nada.

Oriento e estimulo, como forma de manter-se saudável.

Criança tem que ser criança.