Eu não tenho tempo para correr!

A desculpa do aleijado é a muleta?????

já ouviram esta frase né?!?!?!?!

Era a muleta............

Por isso....... mexam se





Eu não tenho tempo para treinar, e agora?
por Renato Dutra


Eu não tenho tempo para correr!
Caro amigo corredor, acredito que você já tenha ouvido essa desculpa várias vezes, certo? Ou então você mesmo já disse isso, seja numa roda de amigos ou até quando conversava com seu treinador.

É claro que todos nós atravessamos momentos de dificuldade e imprevistos acontecem. E também temos que reconhecer que hoje em dia a vida profissional nos requisita muitas horas de nossos dias. Por outro lado, eu posso lhe garantir que já ouvi histórias fascinantes, sobre pessoas que, apesar da “falta de tempo”, foram capazes de se sacrificar e assim conseguiram achar o tempo que lhes faltava no dia convencional.

Quantas vezes não me surpreendi com o relato de corredores que acordavam (e ainda acordam!) às quatro da manhã para treinar, pois tinham que estar trabalhando às sete ou que um determinado atleta saía do trabalho quase nove da noite e ainda tinha pique para correr até as dez. E o fato mais interessante e inclusive motivador é que, quando indagados sobre o porquê de tanto esforço, essas mesmas pessoas afirmavam : “a corrida é a melhor hora do dia para mim”.

Obviamente que o sono é fundamental para o nosso organismo e acredito ser possível encontrar um “meio termo” entre descansar totalmente e manter uma rotina de treinos. Tanto que sou um grande adepto dos treinos mais curtos e intensos, principalmente quando o nosso dia está cheio de obrigações.

A boa notícia é que existem estratégias de treino mais compactas para que consigamos realizar a nossa maravilhosa corrida, porém, sem que isso nos custe a nossa vida familiar, social ou profissional. Em outras palavras, se você não tem tempo para correr durante uma hora, por que não trinta ou vinte minutos?

E se mesmo assim não houver tempo para correr vinte minutos ininterruptos, por que não dividir o “treino” em dois períodos, um bloco de dez minutos de manhã cedo e outro à noite? De qualquer modo, o que não podemos e não devemos é esquecer que o exercício é um hábito necessário e não simplesmente “desejável”, como muitos pensam. Ao tomar banho, o indivíduo realiza a higiene corporal da parte externa, mas e a higiene “interna”?

Em muitos casos o que nos falta mesmo é vontade, simplesmente isso. Infelizmente, vontade é algo que falta na maioria e sobra em uma minoria, como é o caso da foto ao lado. Cameron Clapp perdeu três membros ao ser atropelado por um trem em 2001 nos Estados Unidos. Na época ele tinha 15 anos. Hoje ele pratica corrida e triathlon. Quem sabe a história dele não seja um incentivo para você não ter mais preguiça?

Para saber mais sobre Cameron Clapp: http://www.cameronclapp.com/

Prof. Renato Dutra
Consultor WebRun da seção Treinamento e Fisiologia do Esporte. Bacharel em Esporte pela Universidade de São Paulo (EEFE-USP) e Pós-Graduado em Treinamento Desportivo pela Escola Paulista de Medicina. Coordena a Clínica do Movimento do Hospital Albert Einstein. É Sócio-Treinador da Ação Total Consultoria em Qualidade.

7 comentários:

Xampa disse...

caramba. inspirador.
estou bem em uma fase dessas: acordo as 6, vou para o trabalho, volto as 17:30, pego o filho na creche, deixo com a esposa, vou para o curso, chego em casa as 22:30, arrumo as coisas, durmo as 23:30 e volta tudo de novo. está punk. tenho corrido 2 vezes por semana e nadado 2. tudo para relaxar.
aliás, está chegando a hora de nadar.
abs.

Rafael Farnezi disse...

Gostei do post, inclusive tinha colocado no meu recem nascido blog um post sobre o livro do Pauê, bem parecido também, depois dá uma olhada lá.
www.farnezi.blogspot.com
Grande abraço!!!!

Jarrão disse...

Aqui em Ubatuba tenho varios amigos que sempre falam que não tem tempo pra fazer atividade fisica, quando falo da minha rotina eles ficam sem acreditar: Esse ano foi dureza, pois a minha rotina era a seguinte:
acordava as 5:30 pra ir pra facul que é em caraguatatuba 52km de ubatuba, sabe como eu ia? Pedalando, um dia sim outo não. quando ia de onibus o mesmo chegava as 12:30 parava em frente a piscina municipal, onde nadava até as 13:20, as 14:00 tinha que entrar no trampo, onde ia também até as 21:00. ou seja falar que não tem tempo e desculpa furada tudo é questão de organização.
abraço a todos..

AnaMaria disse...

E ainda tem gente que reclama da vida.

Anônimo disse...

Ontem mais uma vez saí para treinar após ler o blog do Ciro.
Me olhei no espelho e me vi com todos os membros, com saúde, com tempo, com condição de treino, mas estava sem ânimo.
Me dei um chute na bumda e saí para correr.

Corri meus meros 10k de leve, mas pelo menos cumpri a meta, e me senti ótimo depois.
Que energia que tem a corrida como um exercício físico!!!

Belo post Cirão

Renato

Anônimo disse...

Que lindo!
Que disposição tem este garoto!
Que determinação!

Parabéns a ele

Não te conheco pessoalmente Ciro, mas sempre te acompanho seus resultados pós competições.
Parabéns!
Um ótimo final de ano a todos que lêem o Blog do Ciro

Anônimo disse...

Adoro encaixar um treino no meio da minha rotina de trabalho (Advogado, Professor e Mestrando), natação na hora do almoço e uma corrida antes da aula do noturno me fazem render mais nas tarefas. Adoro esse blog sempre motivador!!! Hélio Veiga.