Respeito é tudo.

Lembro de um Post meu aqui no Blog, um mês após o IronMan Brasil que dizia que eu estava sentido uma experiência nova de pós IronMan.

Lembro que saia pra treinar e além de muito cansado, meus batimentos subiam demais.
Não parei de treinar, e aos poucos fui me recuperando até voltar a ficar forte novamente, afinal estava classificado para o Hawaí. Eu precisava treinar.

Hawaí executado, sonho realizado . . .
agora pós IronMan me encontro mais uma vez na mesma situação.
Apesar de ter terminado inteiro a prova, me sentindo bem e logo voltado a treinar, parece que agora o cansaço me pegou.
Ta foda!!
To bem cansado, perdendo hora de manhã, emagrecendo e fazendo umas porcarias de treinos.

Não tenho conseguido treinar como gostaria, e pela primeira vez, não tenho executado treinos programados.
Coloquei como meta algumas corridas e alguns treinos de bike para as provas de Pirassunuga, mas não me sinto em condições de fazer .

Isso é IronMan!!

Isso é Pós IronMan !!

Só para vcs terem uma idéia:
Eu treino diariamente, rigorosamente, chego semana atrás de semana nos 100km de corrida, me alimento muito bem, conheço meu corpo, estudo meu corpo, testo meu corpo e não tenho dia off até atingir o objetivo.

E o Pós IronMan me derrubou.
To engatinhando aqui . . .
To de 4 no chão . . .

Me fez sentir uma pouco mais de respeito por ele.

Respeito!!!

Respeito pelas distâncias dessa prova, e consequentemente mais respeito pelos limites do corpo, e respeito pelas novas situações.

Respeito é preciso.

Respeite o IronMan...

Eu já respeitava muito, só fui fazer meu primeiro depois de 15 anos de provas........

quis desafia-lo um pouco mais, e ele me colocou bem no meu lugar.

To escutando uma voz na minha cabeça mais ou menos assim:
``Fica bem quietinho ai Ciro...... Vc não é nenhum superman´´

6 comentários:

Miler disse...

é Ciro..to atento aqui lendo seu post e pensando: será que o Ciro não quebra? será que ele não tem desanimo, será que ele não tem mal estar, será que ele não tem duvidas se vale a pena tanto esforço?
porque eu estou no triathlon a muito também..neh(16 anos)e hoje não tenho mais aquela empolgação..as vezes falta vontade, as vezes falta dinheiro..as vezes O CORPO NÂO VAI BEM.......rs


um grande abraço...e logo vai superar..todas as dificuldades...vc é um guerreiro e faz o triathlon ser mas admirado e respeitado por todos que lêem este Blog.

Anônimo disse...

Miler, também pensei na mesma coisa quando li este Post dele.
Seré que esse Ciro nunca quebra?
Quebra sim.
Ta quebrado agora hein Cirão?

Dormir é o melhor que você pode fazer agora

Abs
Renato

Anônimo disse...

Sera que tinha mesmo as distâncias de 70.3 no mundial??????
3h34 é um absurdo. O cara que ganhou pedalou pra 1h59 e ainda correu pra 1h09.

Isso praticamente foi a intensidade de um triathlon
olímpico.

Max disse...

Ciro,

o que drena a energia não são tanto os treinos e as provas, como a cobrança que fazemos de nós mesmos em termos de resultados e performance.

Tenho 41 anos, e desses uns 30 fazendo esporte de todos os tipos. O que pratiquei por mais tempo foi a natação - 20 anos contando ladrilhos de madrugada no fundo da piscina, religiosamente, de segunda a sexta (às vezes sábado). Mais do que qualquer prova (e foram poucas), o que me motivou sempre foram os desafios pessoas na forma de travessias longas, e sobretudo a felicidade de sair da água de manhã cedo me sentido com as baterias recarregadas e o espírito leve. Embora tenham havido treinos bem duros, daqueles de te fazer precisar de ajuda pra sair da água, nadar nunca foi um sacrifício ou obrigação - foi sempre um imenso prazer, porque a motivação principal veio de nadar em si, nunca de competições vindouras. Hoje em dia, com o ciclismo, é meio diferente; a competição já faz parte do processo mais intensamente, e as vezes tenho vontade de pendurar a sapatilha e ir embora pra Passárgada. Só pra te dar uma idéia, em 2 semanas vou fazer a primeira prova depois de praticamente 7 meses treinando por treinar.....

Talvez o que possa te ajudar nesse momento é correr, nadar ou pedalar sem cobranças de tempo ou resultados...brincar de triatleta ao invés de treinar. Ou quem sabe até NÃO nadar, pedalar ou correr. Fazer outra coisa, ou fazer nada.

Sobretudo porque - e tenho certeza que vc. sabe disso - esporte é saúde até um determinado ponto, e um IM está bem, bem além desse ponto.

ab. e curta seu descanso sem culpa!

Max

Xampa disse...

ótimo post. consciente. acho que muita gente precisava ler isso por aí. 15 anos para fazer o primeiro Iron. PARABÉNS !!! Agora, nego mal começa a andar é já quer aparecer. Compra uma bike de triathlon, um capacete aero, roupa de borracha, macaquinho, manguito, meia-de-compressão e sai por aí.
parabéns !!!
depois, conta como foi a recuperação.

Fernando Quirino disse...

Pô Cirão, também... Tudo o que você treina sempre me impressionou mas eu sempre levei em consideração que você é diferente, realmente tem uma genética privilegiada que aliada a sua enorme força de vontade e dedicação te levou pro Hawaii e vai te levar muitas outras vezes. Mas cara, apesar de privilegiado, você é humano. Não cobre uma atuação sobre-humana de você mesmo, pega leve com o Ciro. Dá uma descansada boa e parte pra cima! Achei muito legal você ter possibilidade de fazer as duas provas de Pirassununga! É um desafio e tanto e tenho certeza que você vai se dar bem nas duas, mas depois disso, dá uma descansada pois se você sentiu o peso dos Ironman que vc fez esse ano, isso deve ser um aviso do seu corpo. Escuta seu corpo com atenção, ignorar os sinais dele vai te levar ao overtraining e pra um cara com a sua capacidade seria um desperdício.