IronMan: Desafio ou Negócio

Pessoal.... meu último post mostrava meu treino de quarta feira onde tinha corrido 33km e nadado 3200, mas os comentários foram completamente diferentes, em um assunto muito polêmico.

Nos comentários abaixo, que estão muito legais . . . tem críticas, sugestões, idéias.

Cada um expondo seu modo de pensar.

Se vc tem um tempinho, leia, veja se concorda ou discorda e coloque sua opinião, ou idéia.

O triathlon agradece.

Muito obrigado pela visita aqui no Blog
ciro

53 comentários:

Anônimo disse...

Cirão, Cirão... sempre arrumando uma maneira de cutucar alguém na entrevista.
Mas concordo com o que você disse sobre triatletas que não respeitam o IronMan.

Vou descrever uma cena típica que ocorre muito aqui em São Paulo:

Imagina um grupo de amigos triatletas sentados comendo uma pizza ou um japa numa quarta ou quinta feira, e obvio falando de triathlon. Em algum momento da conversa, começam a falar sobre o IronMan, e o desafio de fazer e tal. Todos começam a ficar animados e se inflar na conversa, até que no ponto máximo decidem juntos fazer a inscrição da prova. ``Vamos fazer o Iron o ano que vem???´´
Chega em casa faz a inscrição e esquece da prova até faltando 3 meses. Ai compra um monte de coisa cara, não treina nada de nada e vai lá sofrer e andar 42km.

Foi como você disse: falta de respeito pela prova.

Anônimo disse...

E o que tem demais andar no Ironman?
Eu fiz em 2006 e andei, pois estava passando mal, mas mesmo assim terminei, e hoje sou um Ironman sim, mesmo com 16h de prova.
Voce que escreveu esta besteira com certeza não fez ainda um Iron

Tiago - 44 anos - São Paulo

Ciro disse...

Peraí pessoal....
Acredito que para fazer um IronMan deve estar treinado, não pelo tempo de prova, mas sim para conseguir andar no dia seguinte.
Fazer para sofrer durante a competição não o princípio do esporte, por isso falei da falta de respeito.

Anônimo disse...

Minha opinião é que o Iron esta ficando banalizado....qualquer pessoa, sem a mínima condição de fazer a prova está se inscrevendo e participando (caminhando os 42km...e assim vai ) Acho que o tempo limite pro Iron Brasil deveria ser no maximo 14hs, pois é uma prova rápida. Isso iria intimidar as pessoas que não treinam pra isso e diminuir com a concorrência das inscrições, que este ano acabou 11 meses antes da prova...

Marcos Apene do Amaral-TriPhiloSophia disse...

Todo ponto de vista é a vista de um ponto!

Anônimo disse...

Moçada, a unica coisa certa sobre acabar a inscricao 11 meses antes da prova é que demanda está menor do que a oferta. So isso, e mais nada. Quem quiser fazer a inscricao e jogar fora, andar, so fazer a natacao, se arrastar a prova inteira tem o direito pq é um consumidor que comprou um servico.

Anônimo disse...

Acho que não estamos aqui discutindo o direito ou não de fazer a prova, como parte de uma relação de consumo, mas sim a banalização da mesma.

Acredito que cada pessoa tem o real direito de participar da prova, para cada um há uma batalha e esforço pessoal colocados nos treinamentos, que torna a conclusão desta um feito incrivel.

Porém, o que pode incomodar a nós apaixonados pelo esporte, é o fato que atletas sem respeito pela magnitude do feito, se inscrevem e participam do mesmo, concluindo a prova em tempos altissimos, que podem transparecer certa facilidade na conclusão dela.

Acredito que cada um tem o direito de participar da prova e conclui-la em qualquer, tempo, acho apenas que o tempo limite atual de 17 horas, é muito alto, sendo o desgaste muito grande, até mesmo perigoso, se fosse reduzido para 15 horas, por exemplo, preservaríamos mais os atletas e manteriamos a dificuldade do evento, até porque uma pessoa que fica 15 horas fazendo exercicio, apresenta condições mínimas sim!

Ricardo.

abcs e bons treinos à todos

Anônimo disse...

O anônimo ai de cima que diz.... "Quem quiser fazer a inscrição e jogar fora, andar, só fazer a natação, se arrastar a prova inteira tem o direito pq é um consumidor que comprou um serviço" ... NÃO É UM TRIATLETA E MUITO MENOS SABE O QUE É SER UM IRONMAN DE VERDADE. vc deveria chamar cinco amigos e comprar a inscrição de um torneio de vôlei... e não tomar o lugar de uma pessoa que se dedica para fazer o Iron.

Ciro disse...

Comprar a inscrição pelo simples fato de comprar por que pode??

Por favor gente...

Quem concordar que ``comprar´´ a inscrição para um IronMan, não treinar e andar 42km na prova, desculpe, mas esta errado.

Que que isso!!!
Voces acham que esta certo?

Anônimo disse...

Concordo.
Ta errado

O principio do IronMan é correr 42km e não andar

Renato

Anônimo disse...

Concordo com o Ricardo de que começa a ficar perigoso, correr um Iron sem condições.

Malu-SP

Anônimo disse...

Qualquer um faz um Ironman em 17horas.
Até minha avó faz

Aonimo Anonimo Anonimo
rsrsrsrs

noticias disse...

Meu nome é Ana Maria, e meu sonho é completar um IronMan.

O princípio do IronMan é nadar 3,8 - pedalar 180 - e correr 42

C o r r e r 42km

Fazendo as contas:
Nadar mal 3,8 em 2h
Padalar mal 180 pra 8h
Corre os primeiros 10km em 1h20´e anda os outros 32km na média de 6km/h, no final dá +/- 6h30´
Somando tudo dá:
16h30´ ainda.

É.... começo a acreditar que até eu vou conseguir fazer beeem abaixo disso.

Anônimo disse...

Essa discussão ta boa em Sr. Ciro

E até agora ninguém falou do seu treino de 33km

Renato

Anônimo disse...

No primeiro Ironman em 1978 primeiro "homem de ferro" nadou os 3,8 km em 1 hr e 20 min pedalou os 180 km em 6:56 h e finalizou com uma maratona em 3:30 h,
total de 11:46:40 h de prova.
Dos 15 participantes que iniciaram, 12 completaram a prova.

Pelo que sei todos estes 12 terminaram antes das 14h

Acho que o tempo limite deveria ser baseado neste tempo de 14horas, pois foi o que o último atleta em 1978 completou o primeiro Ironman

Paulo / SP disse...

Perfeito Ana Maria,

triathlon é NADAR, PEDALAR e CORRER!

são três esportes: NATAÇÃO, CICLISMO e CORRIDA!

nadar, passeio ciclistico, e caminhada é apenas nadar, passeio ciclistico, e caminhada... NUNCA UM TRIATHLON! muito menos um IRONMAN...

O tal anônimo, só quer um título para ostentar pros leigos, fazer um tipo pra galera!

Eu só faço provas de short pq é o unico tipo de prova que eu consigo treinar conciliando com trabalho e faculdade! isto é respeito ao esporte e me faz admirar os ironmans... Sei o que eu consigo fazer bem, até tenho capacidade para fazer maiores, mas não vou fazer papelão... faço o que eu sou melhor! qdo tiver condição fisica e experiência para aumentar o nivel, farei!

Anônimo disse...

Faz todo sentido o raciocinio acima, baseado no início de tudo! É lógico e coerente!

Já seguindo a lógica do tal anonimo, não sei se vou inscrever meu filho de 5 anos no proximo Trofeu Brasil de Atletismo ou no Trofeu Maria Lenk de Natação. Ele já atrevessa a piscina olimpica e dá uma volta na pista de atletismo aqui do clube! hahaha

abraços aos verdadeiros triatletas!

Anônimo disse...

Moçada,
So fico insistindo no ponto da oferta e da demanda, pq fica todo mundo reclamando que acaba a inscricao 11 meses antes do Ironman de Floripa. A unica coisa 100% certo disso é que atualmente no Brasil tem muita gente querendo participar de um Ironman, e a oferta por vagas é limitada.

Acho hipocrisia quem critica as pessoas por andar, rastejar, trotar na ultima parte da prova. Cada um termina a prova do jeito que quiser. Tenho certeza que todos vcs atletas determinados e fortes nao gostam de ver aquele babaca, que pra inflar o ego termina uma prova somente para poder falar para os 4 cantos do mundo: Sou um Ironman!!! Isso eu nao acho legal. Mas vai fazer o que?? Proibir o cara de andar?? Limitar o tempo da prova, para apenas os atletas que nao andem na maratona receber o "titulo" de ironman??
O Ricardo colocou muito bem: o problema é a banalização do consumo. Eu vejo que vcs Triatletas Ironman's ficam putos da vida de ver todo o conceito dentro do sonho de terminar um Ironman ser banalizado por alguem que vai la simplesmente pra terminar. Mas isso so demonstra que na verdade ta todo mundo ligando pro seu proprio ego:
a) o cara que vai fazer o Ironman, anda os 42Km so pra terminar, e poder contar pros amigos que completou, que é o cara, que é um heroi, etc, etc
b) Vcs (atletas dedicados, esforcados, competentes, HOMENS DE FERRO) que estao preocupados que o cara vai denegrir a fama que a prova tem.
A unica diferenca é que vcs nao querem que o estigma da prova seja manchado, e o outro quer tirar proveito desta fama que a prova tem.
Cada um que se preocupe com a sua prova, com os seus treinos, com o seu ego. Concordo que o cara que vai despreparado so pra podem contar pros amigos é um babaca.

Agora o "cara que termina andando so pra contar pros amigos" nao é culpado de ter vagas limitadas pra fazer a prova de Floripa.

Vcs ja repararam quantas pessoas realmente usam a roupa de borracha devido a temperatura da agua, e quantas usam muito mais pela flutuabilidade que proporciona?? Eu tenho certeza que na maioria das provas as pessoas fazem questao de usar, pela flutuacao que causa. Isso tbm nao denigre a imagem do esporte???

Thiago disse...

Bom parece que está tudo resolvido agora...a maioria concorda que o Iron deve ser respeitado e não banalizado....e não deve ser um desafio de boteco.

Celio disse...

Essa discusao tem os dois lados. A propria categoria ja chamada de "Amadora", habilita qualquer um a participar do evento. Significado de "amador" = Alguém exerce determinada atividade por puro gosto, sem remuneração. Ou alguém que exerce determinada atividade sem a pretensão de atuar profissionalmente naquilo.

Poderiamos acrescentar ate que treinam como "Amadores".

E sobre aqueles que treinam mais que profissionais e se inscrevem na categoria "Amadora" ?

Esse esta tirando a oportunidade de o "amador" ser reconhecido por seu empenho amador.

Enquanto alguem que treina mais que profissional tem a coragem de subir no Podium como Amador !!!

Isso sim pra mim eh um desrespeito ao esporte...e aos participantes tbem...

victor disse...

Acho que o ponto principal não é o cara andar ou correr os 42km, é na verdade o cara ter treinado para correr os 42km !! Se a pessoa TREINOU LEGAL com objetivo de comletar o ironman mas passou mal durante a prova e resolveu terminar andando não vejo problema ...
teve até um PRO no hawai que acontceu isto e foi ultrapassdo por um galerão mador e na entrevista ele disse que sempre comleta o ironman mesmo andando ...

Agora o cara que já vai pra prova não estando o suficientemente treinado pensando em andar só pra dizer que é um ironman ... disvirtuou todo o sentido do triathlon !!

Tb acho que o limite de tempo deveria diminuir!
Abraços
Victor

victor disse...

Ah, só por curiosidade: e a canela no longão Ciro?!?!?

Anônimo disse...

Exatamente, um Ironman é composto de 3,8 km nadando + 180 km de ciclismo e + 42 KM DE CORRIDA( não de caminhada) e sim CORRIDA, qual o orgulho em dizer " eu fiz um Ironman"
sendo que andou 2/5/10/15 Km do percurso de CORRIDA?

Thomaz Tropiano.

noticias disse...

Não acho que exista algum triatleta amador que treina mais do que um triatleta profissional.

Isso não faz o menor sentido pra mim Célio.

A idéia de treinar como amador, é exatamente por que o amador como vc mesmo disse: não vive do esporte, e não dispõe do tempo exclusivo para treinos.

Triatletas profissionais, que vivem para o triathlon, raramente, muito raramente perdem para um amador.

O que vemos,é que alguns que se inscrevem na categoria profissional, não são fortes o suficiente para competir de igual para igual com os feras da elite, e por isso alguns amadores ganham deles nas provas.
Os caras que são profissionais mesmo.... é impossível ganhar.... mesmo o cara da elite estando em um dia ruim e o amador estando em um dia bom.

Anônimo disse...

TEMOS UM PROBLEMA AQUI:

ACREDITO QUE SE O TEMPO MÁXIMO DO IRON FICAR EM 14 HORAS, OS MAIS VELHOS NÃO CONSEGUIRÃO TERMINAR NO TEMPO LIMITE, JÁ QUE ELES TEM PROBLEMA DE CAPACIDADE FÍSICA MENOR DO QUE OS MAIS NOVOS.

A NÃO SER QUE OS MAIS DE 60 AN0S POSSAM IR ATÉ AS 17 E OS DE MENOS DE 60 ANOS 14 HORAS.

MALU -SP

Anônimo disse...

-----Com certeza é um desafio Ciro.
Mas cobrar 900 paus da inscricão do 70.3 2009 em Penha, e as duas camisetas tanto a do kit, quanto a de finisher serem de tamanho único, é muita falta de respeito.

Cabe eu e minha mulher dentro da camiseta verde que ganhei de finisher.

Parabéns pelo seu desenpenho nas 3 provas nos 8 dias.----

Anônimo disse...

Ciro:
Desafio para nós atletas.
Negócio para os organizadores, afinal todos tem que ganhar dinheiro.
Esse é o capitalismo você gostando ou não.

Anônimo disse...

Olha so para onde esta indo esta discussão.

No Iron, já é preciso ter fiscais para controlar o vácuo no ciclismo, e agora terá que ter fiscais na corrida, para ver quem esta andando ou correndo.

Tenha a santa paciência.

Ciro disse...

Sr anônimo:
É preciso ter fiscais no ciclismo nas provas de Iron, por que a uma grande parte dos seres humanos tem uma mania de "Gerson" e querem levar vantagem em tudo.
Se todos fossem honestos, não seria necessário fiscais.
Isso não vale para a corrida, pois para correr é preciso estar bem, e as vezes não se esta.
MAS SE TREINAR CORRETAMENTE, A MAIORIA DAS VEZES ESTARÁ BEM.

Marcos Apene do Amaral-TriPhiloSophia disse...

Sou chato e como uma convivência pacícifica é parte da minha personalidade volto a ressaltar, para tentar mediar esse polêmico e entediante assunto que, todo ponto de vista é a vista de um ponto. Portanto, respeitarmos as diferenças é parte fundamental para entendermos cada um que aqui arbitra. Já dizia a filosofia de adesivo: Tá estressado, vá treinar!

Anônimo disse...

Ciro, primeiramente parabéns pelo tempo de 9h05 no IMBR 09.
Convenhamos que entre prós e contras, manter-se competitivo por 15+ anos na modalidade, te exigiu muita inspiração. Parabéns!

Bem ao lado da sua foto na Trisport de JUL/09 cita-se uma porcentagem de 43,6% de atletas que terminam a prova do IMBR acima de 12h, ou seja, a maioria (56,4%) vai BEMMMM TREINADO para o IM, correndo ou não nos 42,2Km. Mas oque eu acho errado, não é andar (Hasmus Hening-cat. PRO andou praticamente metade da maratona no IM CHINA deste ano e ganhou), mas não saber o respeito que a prova de IM exige.
Eu acho que vc, pode dizer, com mais de zilhões de Km nas pernas, oque isso significa. Pois depois de 15+ anos, decidiu fazer um IM, e com sucesso.

Ciro, desejo sucesso a vc e aos 24 outros BRASILEIROS que irão pra o Havaí (fora os que se classificaram fora do BR). Força nessa canela e soque a bota!

Só uma pequena lembrança. Ao chegar em Kona, não esqueça de amontoar as pedrinhas brancas ao lado da estrada com o seu nome.

Grande abraço.
Bons treinos
Carlos

Ciro disse...

Muito obrigado Carlos...
E obrigado pela visita no Blog

abs
ciro

Lucas disse...

Sou triathleta ha 5 anos e até hoje não me sinto preparado para fazer um Iron. Sei que tenho condições de completar a prova mas não quero fazer ela de qualquer jeito, acho que ela deve ser respeitada. Enquanto isso busco outros desafios como fazer um BOM meio iron, já fiz 3 mas ainda não estou satisfeito com o resultado.
O que fovcs acham de estabalecer indices ou seletivas para um Iron???
abraços

mariutti disse...

Caros...quanto polêmica. Concordo plenamente com o anônimo que disse que toda a questão é uma briguinha de egos: 1) os que acham que os supostamente menos treinados podem manchar a prova e diminuir o prestígio (uma babaquice muito comum); 2) os "atletas" oportunistas que se aproveitam da fama da prova. Como eu faço provas tendo como parâmetro APENAS EU MESMO, repudio este tipo de querela.

Mas quanto a reduzir o tempo, é até sensato: acho que 15 horas é um tempo razoável, e que quem faz acima disto realmente está pondo a saúde em risco (vcs podem ver no IM brasil que pouca gente, nos grupos de idade mais avançados (masculino e feminino, ultrapassou esse marco (e sempre foi por pouco))

Mas o Ironman é um negócio extremamente rentável. Quanto mais aberto para um publico amplo, melhor para os donos da marca.O tempo não vai diminuir, portanto.

O Ironman é um desafio? É. Realmente é. Mas um ironman não é superior à ninguém...e muito menos superior a outro ironman que fez a prova em maior tempo.

Abraços!!! E até 2010!!!!

Anônimo disse...

Ciro,
Volto aqui para o meu 3ero Post. Fui eu que falei do Ego, e sobre a inscricao do Iron dar direito ao cara fazer o que quiser...
Acho ironico pq vi em muitos comentarios antigos seus, criticas que aqui no Brasil nao se "apoia" o Triatlon. Dizendo que aqui so tem dinheiro e patrocinio para o Futebol.
Diminuir o limite de tempo do Ironman Brasil so vai dificultar a massificação do esporte. Colocando o limite em 12 horas que alguns sugerem, so vai espantar muitos interessados em praticar o Ironman e consequentemente o Triatlon. Nenhum empresario patrocina o esporte por simpatia com o atleta A, B ou C. O cara expoe a marca dele visando obter retorno no investimento que esta fazendo. É assim com o futebol, com o volei, com a corrida de rua (que hoje por ser moda entre a maioria da populacao atrae patrocionio, provas o ano inteiro). Infelizmente vcs, praticantes dedicados do Triatlon, que deveriam lutar pela divulgacao do esporte ficam defendendo o contrario.
Abraco!! Bons Treinos!!

Anônimo disse...

Quem falou que Ironman é mercadoria, pagou e tem direito... realmente não tem o espírito do Triathlon correndo nas veias! É um botequeiro fanfarrão que tira onda com os amigos de TRIATLETA.
Tem vários desses por aqui em SP. Negos que tem equipamentos melhores que a maioria dos atletas profissionais mas que se desempenham nas provas piores que a Sister Maddona, que tem quase 80 anos!
Na minha equipe vejo isso claramente. Uma falta de respeito total pelo Ironman, prova clássica, maior simbolo do esporte, originou e deu destaque para essa modalidade. Deveria portanto ser respeitada como tal.

No entanto o que mais vejo são pessoas entrarem na equipe e com menos de 1 ano se inscreverem no Ironman, vão lá e terminam a prova em 16:50 e na sequencia tatuam o M dot (o M simbolo do Ironman) na panturrilha. Com certeza devem fazer o maior estardalhaço entre os amigos.

Tenho 5 anos no esporte, já fiz meio-iron, mais de 30 provas e ainda acho que tenho que treinar muito pra um Iron, talvez mais uns 2 anos de muito treino.

Fazer essa prova sem treinar e apenas pra sair tirando onda com os amigos é desrespeito ao espirito do triathlon e tira a vaga de gente que se esforça e treina de verdade.

Portanto concordo que algo deve ser feito, ou reduzir o corte pra 14hrs, ou criar seletivas. Andar ou não vai depender do dia de cada um, até os profissionais tem seus dias ruins.

Pessoas que treinam duro e se dedicam ficarem de fora porque simplesmente algum fanfarrão foi mais rápido e se inscreveu na frente, com certeza NÃO É JUSTO!

Parabens ao Ciro que soube respeitar a prova, esperou por 15 anos pra faze-la com diginidade... quase sub 9. Isso sim é o espirito. E ainda dizia que não se sentia preparado.

Abraços
Flavio Oliveira

Anônimo disse...

Nos EUA até freira de 80 anos faz Ironman, pai puxando filho deficiente... Todos terminam à noite, bem tarde, andando, cansados, porém MUITO satisfeitos!!!
TODOS têm direito de participar da prova e o desafio para cada um é diferente. Se você pode treinar 6 horas por dia, todos os dias, sorte a sua! Vai lá e faz bem a prova! Aliás, devia competir no profissional!!! Quem treina menos, é mais velho, faz esporte por hobby, termina a prova do jeitop que quiser ou que der!!!

Ciro disse...

Amigo...
primeiro muito obrigado por participar da discussão. Obrigado por vc dedicar um pouco do seu tempo e escrever um comentário aqui.

Sobre a divulgação de outros esportes no Brasil sem que seja o futebol.... e falando mais especificamente do Triathlon.... Realmente eu disse que não temos apoio.
Eu sou a prova.
Vou para as provas, apenas com meu salário, e com um pequeno apoio do 220v.
Sorte que ainda moro com meus pais, por que se não, claro que não daria.
Desta maneira, minha vida vai ficar até eu estar contente, satisfeito, e cumprido minhas metas, por que se for esperar as empresas saírem das tocas, nunca eu, nem ninguém fará nada.

Imagino quantos talentos são perdidos no Brasil por falta de uma cultura de apoio aos esportes.

Mas pensando bem . . . nem quero essa massificação do Triathlon.

Triathlon não é pra qualquer um. Nós que fazemos disciplinadamente, sabemos que não é qualquer um que faz.
Mesmo sem NADA de dinheiro, ou com TODO o dinheiro do mundo. Se vc não tiver amor e disciplina por este esporte, NUNCA será triatleta.

Eu, e essa galera triatleta disciplinada vivemos em um mundo diferente. Vivemos no nosso mundo, e só nós nos entendemos. Nem as pessoas mais próximas da família nos entende.
Sinceramente, nem quero que o Triatlon vire um esporte de massa. E eu sei que não vai.
Desculpe, mas só triatletas de verdade como eu, fazem o que fiz hj, que foi pedalar 160km de baixo de chuva em pleno domingo.

mariutti disse...

Caros...

O Triathlon nunca será um esporte de massas...nem na Suiça. Ciro, respeito muito você, e seu Blog. Mas não entendo o que é ser um triahleta de verdade....Eu treino bastante, dedico boa parte da minha vida ao triathlon...sacrifico MUITA coisa por isso. Mas convivo com gente que treina menos porque precisa trabalhar mais. Ou porque prefere ficar com a família. Eles são tão triathletas como eu, você e todo mundo que faz provas com alguma regularidade.

Os triathletas precisam parar com esse espírito de superioridade...pois trata-se de um esporte ESSENCIALMENTE anti-democrático em um país como o nosso. Pode se falar o que for do futebol, mas ele é democrático....um terrão e uma bola foi o ponto de entrada para milhares de atletas, que enfrentam peneiras muito duras: mas de 300 por 10 vagas. Gente que não tem dinheiro nem para comprar um tênis....que dirá nadar e pedalar...

Mas é isso: mais humildade. É bom fazer triathlon. Precisa de garra...mas isso não faz ninguém superior....

abraços,

Eduardo Mariutti

Jarrão Triatleta de Ubatuba disse...

Ciro Parabens pelo Blog, tenho acompanhado o blog e vi que as vezes vc vem pra Ubatuba treinar. quando vier da um toque e quem sabe combinamos um treino aqui.

Já fiz 3 irons, 2003 fiz 10'20, 2005 10'50 e 2006 9'57. Isso apos 3 anos de treino.

Porisso não vou falar de falta de respeiro e sim de critério, uma pessoa que inicia no triathlon deve começar com provas de short em seguida ir transferindo aos poucos pro olimpico e após ter uma base começar a fazer provas de meio ironman, ai sim acho que esse atleta estara apto a fazer um ironman que na minha opnião é um desafio e não uma brincadeira de amigos a exemplo do comentario incial. Tenho exemplos de amigos que se inscreveram no ironman sem nenhuma base de treino, conseguiram terminar a prova, um na casa de 13 outro 14horas um tempo até razoavél pra quem não tem uma base, mas o resultado após prova foi uma ulcera gastrica, pq tomou mais de 20 cp de advill devido uma fratura por stress,atravessou a linha de chegada quase morto. Ficou meses fazendo fisio e hoje qualquer trotinho leve o cara morre de dor. É desmotivado pra treinos e aos poucos ta migrando pra natação de aguas abertas. O outro ganhou uma lesão no joelho que os medicos o proibiram de fazer provas longas, no maximo um short. Acreditem o cara esta inscrito no iron do ano que vem.
Falta critério e consciencia da parte de atletas e de alguns treinadores, que permitem atletas sem nenhuma base iniciar no triathlon a partir do ultimo degrau da escadaria. Assim existindo uma falta de respeito com a saúde do corpo e com a prova em si. Acabei falando no fim da falta de respeito rs...

abraço a todos e bons treinos...

Renato Dantas disse...

Fala Ciro!

na verdade o "problema" não é o cara andar ou não no Ironman...

Já vi muitos caras bem mais treinados que eu andarem no Ironman, já que, por ser uma prova muito longa, é imprevisível!

E olha que fiz 13 IM, todos abaixo de 10 horas...e nunca corri em mais de 3h10min...

Concordo com o Célio, quanto ao fato de que qualquer um tem o direito de fazer a prova, já que hoje é uma prova comercial...

Acontece que nem todo mundo tem tempo para treinar mais de 2 ou três horas por dia...e mesmo assim são tão apaixoandos pelo esporte como nós...e tem o direito de curtir a prova..seja em 12 ou 14 horas...

abraços e bons treinos...

Ciro disse...

Eduardo Mariutti

Se vc se dedica ao triathlon, VC esta JUNTO, e perfeitamente se enquadra na minha frase "verdadeiro triatleta".

Esta minha colocação foi uma maneira de JOGAR no ar, e cada um que ler, poderia olhar para si próprio, e se questionar se realmente é um triatleta de verdade e se dedica ao esporte.

Não sei por que vc teve que falar que se dedica e faz isso ou faz aquilo. Não precisava falar, eu já sei que vc se dedica, e se enquadra na frase.
Aliás... PARABÉNS POR ISSO.

Desculpe, mas não fui nenhum pouco "superior" em falar que pedalei 160km. Qualquer triatleta que vai fazer um IronMan faz isso... Qualquer um... ou pelo menos, na minha opinião, deveria fazer.

Ninguém aqui esta sendo superior... estamos apenas sendo realistas.
Quando digo que triathlon não é para qualquer um, desculpa, mas não é.
Não é uma questão de dinheiro meu Deus do céu....
Será que é tão difícil de entender??
Não é uma questão de condição financeira.

Vc não pode ser triatleta de fim de semana apenas.. vc tem que ser diariamente... é um estilo de vida. Não é como jogar pelada com os amigos no sábado. Vc precisa amar, ser disciplinado, e ter desejo por melhorar.

É isso que quero dizer.

Não estou sendo superior em falar que NÃO É PARA QUALQUER UM.

Conheço uns 300 caras nesses meus 16 anos de esporte, que começaram e pararam... todos tinham condições financeiras, e amavam o triathlon, mas não tinham disciplina.
Resultado?? As bikes estão encostadas e empoeiradas.

E outra: E daí que tem gente que não tem disciplina para o triathlon???

E daí??? Grande merda!!!

Tem gente que não gosta e pronto. Vai fazer o que gosta, e ponto final.

O problema esta nas pessoas que NÃO ASSUMEM que SÃO INDISCIPLINADAS, e continuam teimando em fazer triathlon....
Se vc não TEM DISCIPLINA... BLZ... vai fazer outra coisa, outro esporte.

Triathlon é pra quem treina e é disciplinado.
Não estou sendo superior em falar isso,estou sendo realista.
E conheço mais uns 300 que tem esta mesma opinião.

Anônimo disse...

Renato,
andar na prova por que `quebrou´ é uma situação.
Talvez o cara fez muita força no pedal, ou não se alimentou direito.
Quebra mesmo.
Nesse tipo de prova, como vc sabe muito bem, ((pois já fez 13 e tem se não me engano 8h51 como melhor tempo)) detalhes são necessários para `quebrar´

Agora, andar no IronMan por que não treinou o suficiente,,,, esse sim é o problema

Júlio SC

Anônimo disse...

Eu tenho um amigo que tem uma bike de 28 mil reais, ela pesa incríveis 7,2kg apenas, mas ele não consegue pedalar mais que 40 minutos, pois enjoa.
O que ele gosta é mesmo ficar olhando a ``maquina´´ .
Ele ama o triathlon, sabe tudo de todas as provas, de todos os anos, nomes, dos PRÓs e tudo mais.... Mas não tem disciplina nenhuma.

Só que ele assume, que não consegue, e nem se mete a fazer mais que um short.

Eduardo disse...

tenho uma dúvida... se houvesse (se fosse permitido, possível, etc...) outro IM no Brasil, essa prova tb classificaria p/ o Havaí?

Anônimo disse...

"Quem não NADA, não compete. Quem não CORRE, não ganha"

mariutti disse...

Oi Ciro!!

Boa noite!! Entendi o que quis dizer ao pedalar 160 Km. E relendo meu post, entendo porque achou que eu estivesse falando de você...

Em nenhum momento vc insinua ser superior a ninguém, e não quis dizer isso (embora a redação possibilite essa interpretação)

A única coisa que acho estranho é qualquer critério para separar verdadeiro de falso triathleta.

Quanto à disciplina, é fato: fazer triathlon exige disciplina, principalmente fazer o ironman. Precisa de uma condição financeira razoável E DISCIPLINA.

Gosto do triathlon pelo espírito amador que emana dele...Mesmo com o fato de o Ironman ter virado uma mercadoria cada vez mais fashion, ele ainda tem uma aura de amadorismo e de desafio que realmente apaixona.

Mas é uma prova que pode fazer duas coisas com você: 1) te deixar extremamente feliz e realizado; 2) Te arrebentar.

Quem se arrebenta? Quem faz mais a prova para impressionar os demais, para tentar ganhar a qualquer custo. Muita gente se machuca permanentemente por causa disso. Esse é o lado ruim. O lado mais mercadoria do IM (infelizmente, alguns profissionais e aspirantes a pro se arrebentam pq o esporte é exigente demais...)


Mais uma vez: temos de tomar cuidado para não exagerar...Um ironman é um apaixonado pelo triathlon, uma pessoa obstinada, disciplinada... mão não é nada sobrehumano.

Mas que é bom...é bom...ultrapassar aquele portal...depois de meses de dedicação aos treinos...e o sofrimento do dia da prova...é uma emoção indescritível.

Abraços!!
Eduardo Mariutti

Ciro disse...

Não Eduardo...
A marca IronMan no Brasil é como uma franquia do MacDonald´s, para ter um é necesário pagar para obter a marca.
Se não estou errado, (por favor ajudem) a marca IronMan no Brasil é da Track&Field (roupas, tênis, etc) e o direito de organizar a prova é da LatinSports.
O número de vagas distribuídas tb é comprado por cada organização de cada IronMan no mundo, que são 26 classificatórias. São 50 vagas no Brasil, 200 vagas no Japão, 150 vagas no Arizona, e assim por diante até chegar no número total que deve ser 1800 a 2000 atletas. Fora isso, todo ano também tem uma loteria que distribui algumas vagas.
Ah... cada um que vence sua categoria no Hawaí tb já é automaticamente classificado para o outro ano, além de todos os que foram campeões no GERAL sempre estão no Start List, mas ele precisa confirmar se quer ir ou não.
Por ex, o Mark Allen, Dave Scott, Scott Tinley, GregWelch... se quiserem fazer mais um IronMan, é só treinarem, pois a vaga deles esta garantida. Isso tanto no masculino, quanto no feminino

Anônimo disse...

Mariutti,

Sobre a marca ironman,na verdade, ela não é uma franquia, mas sim uma concessão, que atualmente pertence a Latinsports, empresa do Galvão, que tem organizado este evento, com certa competência pelos ultimos 9 anos, se não me engano.

A Track & field, era um dos patrocinadores master do evento, porém quem esteve em Floripa esse ano, percebeu que eles romperam o contrato de patrocinio, pois não havia nada da T&F lá.

Para a realização de um segundo IM no Brasil, a Latin Sports,teria que justificar a demanda para a WTC, e firmar uma data em calendário, obter patrocinios e principalmente pagar os pesados "royalties" para a empresa americana que é a detentora da marca IM.

Atualmente, salvo engano, apenas nos Estados Unidos são realizados mais de um evento IM no ano.

abcs e bons treinos

Ricardo

Anônimo disse...

A marca IronMan, foi inicialmente do Núbio e do Ken Glah no Brasil, mas hoje é sim da T&F, pois o Clube Pinheiros tem o patrocínio da T&F, e os atletas usam aquela camiseta escrito IronMan.

Não entendo o por que eles usam aquela camiseta sendo que nenhum deles faz Ironman com exceção do Azevedo. Mas isso é outra história

Anônimo disse...

apenas uma lembrança, inicialmente a marca IM no Brasil, pertencia ao Djan Madruga, que organizou os primeiros IM no Brasil, ainda na cidade Porto Seguro!

mariutti disse...

Oi Ricardo e Ciro
Obrigado pelos esclarecimentos. Mas é exatamente o que disse: a marca Ironman é uma espécie de franquia sim, onde você precisa pagar a licença para organizar as provas oficiais (tbm na distância 70.3) ou paraa usar o símbolo ironman em produtos (de óculos a roupas). Até mesmo algumas operadoras de turismo pagam royalties.

Vocês se lembram de uma camisa de finisher genérica, vendida pela Flets em 2007? Ela não era oficial e gerou a maior confusão com os proprietários da marca.


Infelizmente, temos de conviver com a mercantilização DE TUDO. Essa é a regra do capitalismo.

Abraços,
Eduardo Mariutti

Téo Blog disse...

Se o permitido é fazer Iron até 17 hs. vale quem fazer em até 17 hs., cumpriu a regra ... e se esforçou tanto quanto o primeiro. Eu (q sou ocupado e vagal pra treinar) fiz em 13 hs. em 2006 e dei minhas andadinhas principalmente na hora da sopa ... Aliás quem faz Iron pra baixo de 11 hs perde o melhor q é a sopa, huahuaha