Meu direito, seu direto, ou vice versa...

Não existe aquele velho ditado que diz:

Seu direito começa depois que o meu termina, ou o meu direito começa apenas depois que o seu termina?

Não é mais ou menos isso?

Agora questiono:

Por que temos que seguir ditados?
Por que tenho meu direito, apenas depois que acaba o direito do ciclano e do fulano?

Se esse ditado tem alguma outra finalidade, EU NÃO SEI.
Posso simplesmente não ter sido inteligente o suficiente para interpretar a frase..... mas tenho que dizer:
Este ditado foi mal falado, ou mal escrito.

Agora...
Por que o direito de uma pessoa, é mais importante que o meu direito?

Quem organiza e define o que é mais importante?

Quem??

Mais um ciclista faleceu este último final de semana.
Infelizmente.

Infelizmente ATROPELADO por um homem bêbado....

O ponto que quero chegar é:

Por que o motorista tem mais direitos do que o ciclista???

Sim, por que os dois estavam no mesmo local, na mesma hora, e por acaso, ou coincidência, ou por que estava escrito no destino, ou por que o bêbado segue piamente a frase..... ele poderia passar naquele local alcoolizado..... mas o ciclista não poderia estar pedalando ali.

Por que não podemos TODOS viver em harmonia?

Por que não podemos ter direitos juntos??

Uma coisa que eu sempre digo é:
Nós atletas, temos que nos adaptar aos horários dos outros Seres Humanos.

A grande maioria...
A grande massa de manobra...
A grande boiada define qual horário eu devo nadar, pedalar ou correr.

Eu não posso nadar no lago de Sta Cruz no verão, ao meio dia, por que existem pessoas que andam de lancha ou jetski alcoolizados nessa hora.
Por isso , se eu quiser nadar no verão no lago de Sta Cruz, eu que vá as 6 da manhã, ou eu que vá no inverno, por que aí ninguém vai no lago.
No clube é a mesma história.
Se eu quiser nadar na piscina no verão, eu que vá de madrugada, por que ninguém me respeita, e mães e pais vêem seus filhos se jogarem pra cima de mim como se fosse a coisa mais normal do mundo.
O direito deles é melhor ou maior do que o meu?

Correr de sábado a tarde ou domingo a tarde na "avenida da padaria" aqui em Leme ??

Não dá, pois o direito dos caras que bebem é maior ou melhor do que o meu.
E eles bebem, bebem e bebem e bebem e depois ficam andando a 100 por hora numa avenida de 40 de máximo.

Pedalar voltando do bairro Taquari (vicinal sem acostamento, mas flat e asfalto bom) de sábado a tarde??
Nem pansar.
O caras bebem, e bebem, e bebem, e voltam apostando corrida.

Esse são apenas poucos exemplos.

To cansado disso

Ja to puto com isso.

Por que maldição, só por que um cara esta com um caminhão atrás de mim, ele tem mais direitos do que eu ??
Por que ele não pode esperar um pouco para me ultrapassar?
Por que ele precisa me jogar pra fora da pista só por que eu estou de bike?

Por que ele tem mais direitos do que eu, e por que o meu direito de estar ali, só começa somente depois que ele passa com seu caminhão de 130 toneladas ??

Por que não podemos estar no mesmo lugar ao mesmo tempo ?

Por que só vale a lei do maior e mais forte??

Até quando nós vamos ter que nos adaptar aos horários das pessoas "normais" ??

Eu quero decidir acordar mais cedo ou mais tarde...
Eu quero decidir sair pra pedalar mais cedo ou mais tarde... e não ter que depender SEMPRE da decisão dos outros primeiro.
Quero EU decidir o horário sem ter que me programar por que na noite anterior tem uma festa em algun lugar e alguns jovens, se não todos,estarão voltando bêbados pra casa...

As vezes nossos horários batem com o horários em que os caras estão voltando tarde da balada, e isso cria uma probabilidade maior de eu me encontrar pedalando e eles ziguezagueando entre a pista e o acostamento.

Eu já to cansado disso.

Já to cansado.

Esse cara que atropelou os ciclistas no passeio ciclistico em Porto Alegre esta preso???
Esse cara que atropelou o ciclista em Floripa ontem, esta preso??

O Lucas Hellal me convidou a passar um fim de semana treinando em Floripa, e eu disse NÃO, pois nessa época do ano tem um monte de gente que vai na balada e volta bêbado.
O Chicão me convidou pra ir pra Balneario treinar num fim de semana, mas  lá nessa época tem bêbedos nas ruas voltando das baladas. . .

Complicado isso.

Até quando vamos deixar isso acontecer???

Até quando vamos ficar quietos e sendo apenas o lado frágil ?

Sociedade só é uma sociedade quando as pessoas se respeitam e vivem em harmonia TODO O TEMPO E EM QUALQUER LUGAR.

14 comentários:

Aninha disse...

Realmente essa frase, apesar de muito conhecida, nao eh muito praticada.
O que prevalece eh o egoismo e o individualismo.
Ela continua sendo ensinada - Alias, ensinada nao! - citada, mas realmente... Nao estah sendo exercida na pratica!
Como educar a sociedade?
Cidadania e o respeito ao direito do proximo em uma sociedade democratica sao os temas de artigo da Declaracao Universal dos Direitos Humanos, certo?
Para que?
No papel, eh lindo... Quero ver a pratica!
Acho que a mudanca deve partir de nos mesmos...

Texto espetacular, Ciro!

Os exemplos sao... Hummm... Completamente "REAIS"!

Emiltri disse...

Esse grito não está sozinho.

Eu tento também, mas sozinho a coisa tem limites.

Semana passada um cara veio discutir comigo que eu deveria estar na ciclovia por que atrapalhei a entrada dele na avenida...atrapalhei, por 20 segundos.

Discuti sobre direito e ele me mandou pra aquele lugar. Respondi que ele deveria ir primeiro pois estava com mais pressa que eu. Ao dar ré para tirar satisfação comigo bateu em outro carro que não tinha nada haver com isso...

E eu? Pedalo com mais medo ainda do cara querer descontar a imbecilidade dele em mim, obviamente ele de carro e eu de bicicleta.

Se não mostrarmos que somos um gente, com direitos, a "boiada" vai continuar achando que te mais direitos.

Também cansei, muito mesmo... A vontade de ir embora do Brasil só aumenta, mas infelizmente as possibilidades só diminuem...

Amo o Brasil, mas nosso país não isso que estas pessoas querem que ele seja...

Abrax.

Igor cajaiba disse...

Ciro, infelizmente tenho a mesma indignação, e acredito que no NE é ainda pior, vá por mim. Acordo as 4h pra pedalar durante a semana, pq as 6h já é quase impossível. Dei uma pesquisada e estou lendo um livro do Roberto da Matta " fé em Deus e pé na tábua" , resumindo muito diz :

"Para tentar compreender a epidemia de 40 mil mortes que acontecem anualmente no trânsito brasileiro, o antropólogo foi até as raízes sociais do país. Ele concluiu que o nosso terrível comportamento nas ruas é fruto de uma sociedade que além de ainda não ter aprendido ser igualitária, não conseguiu se libertar de seus traços aristocráticos. “O trânsito reproduz valores de uma sociedade onde alguns podem mais que muitos"
É duro, mas é a nossa realidade.

Hugo Leonardo disse...

Cabe a nós tentar mudar uma mentalidade que seja..... de uma pessoa só..... acho que já é o início de uma mudança... façamos nossa parte...acho tb que não existe outro caminho.....infelizmente...triste mas verdade....

Jones Albuquerque disse...

por quê? porque, ciro, infelizmente estamos, no brasil, há 1600 anos do mundo civilizado... em civilizações/sociedades mais idosas nada disso ocorre... e podemos nadar, pedalar e correr sempre convivendo com todos, crianças, cachorros e até com os bêbados...
belo texto!

Fabio disse...

Ciro, aqui na SC 401 a sensacão que temos é que todos odeiam triatletas ou quem está no acostamento, motoristas de ônibus nos fecham com frequencia, turistas também fazem isso com frequencia, mas o pior de tudo é que a lei protege esse tipo de gente. Em Floripa no verão fica impraticável treinar pois nem depois de 10 anos de ironman a cidade ainda não se acostumou com as bicicletas. É lamentável.

Daniel Cristiano disse...

Lamentável mais um ciclista perder a vida no Brasil, mas nossos problemas não são só em estradas não. Enquanto o mundo todo estuda diminuir o numero de carros e aperfeiçoar outros meios de transporte, na minha cidade (Taubaté-SP, terra da falsa grávida) cidade onde se situam fabricas da Ford, WW e GM (SJC), existem mais carros que eleitores!! é como se cada pessoa em idade pra votar tivesse seu carro e alguns tivessem mais de um ainda!!! É simplesmente impossível se locomover na cidade. Havia decidido não ir mais trabalhar de carro, mas vi que era muito inseguro ir de bike, pois existem várias vias que onde não é faixa de rolamento é local para estacionamento! Não vou nem comentar sobre o transporte público que é caro, sujo, demorado, com linhas mal planejadas e sempre tem alguém compartilhando seu gosto musical em alto e bom som! Tive que optar pela moto, mas no que ganhei em mobilidade em um trânsito engessado, perdi em segurança e em respeito, porque é incrível como tem gente que odeia motociclistas.....

3 ATHLON NA VEIA disse...

O "x" da questão é dirigir bêbado (sim, bêbado que é um termo mais forte do que embriagado ou alcoolizado) e não ter punição condizente com esse ato.
País de ...... onde se criam leis apenas para não serem cumpridas. Para gerar mais dificuldades para que se possa vender facilidades.
Testes de bafômetros em que o BÊBADO pode se recusar a fazê-lo ???
Se a lei fosse justa faria com que o BÊBADO que se recusasse a fazer o teste fosse imediatamente e irremediavelmente considerado culpado.
Se esses BÊBADOS apenas se matassem sozinhos em seus possantes carros, sem levar mais ninguém consigo, talvez o mundo (ou o Brasil) ficasse um pouco melhor. E Deus que me perdoe por esses sentimentos.

Luiz Fernando disse...

Na minha opinião o problema é muito complexo e exige luta persistência no seu enfrentamento.
Em primeiro lugar é preciso uma mudança de cultura, onde haja respeito ao pedestre e ciclista conforme dita o Código de Trânsito Brasileiro, alias o código estipula que os pedestres e ciclistas têm preferência em face dos veículos automotores em seu deslocamento.
Em segundo, a culpa não é só dos "bebados", pois existem muito mais motoristas sóbrios que colocam vidas em risco do que "bebados".
Em terceiro lugar, é fato que, nas vias urbanas de trânsito rápido, fica a cargo da autoridade competente a prerrogativa de, com objetivo de segurança e prevenção de riscos, proibir transporte de bicicletas, porém, não é disponibilizado pelo administrador público um local adequado para prática de ciclismo. Assim, se quiser treinar terá que descumprir uma regra administrativa de trânsito.
Assim eu concluo que o problema é mesmo cultural, tanto por parte dos motoristas (não todos) que invertem a lógica de preferência de transporte, quanto na administração pública, que não atingiu um objetivo constitucional de democratização do trânsito.

3 ATHLON NA VEIA disse...

Por favor, não quero polemizar, mas é fato que motoristas "BÊBADOS" são responsáveis pela maior parte dos acidentes, principalmente nos horários em que treinamos pois as belezinhas "Bêbadas" estão retornando das baladas nesse horário.
Sei que existem outros fatores, mas este é simplesmente revoltante.
Sinceros sentimentos à família desse garôto e de muitos outros que já se foram nas mesmas condições.

Deco disse...

Ciro,
Bom dia, dá uma olhada no meu blog, têm um vídeo do debate em uma TV de Floripa (Globo) onde o secretario diz que a culpa da morte do ciclista está na falta de sinalização da bike (generaliza todas as bikes) e não do motorista bêbado e ainda o Comandante da PM informa que as bikes devem andar em contra-mão. Pelo AMOR DE DEUS ajudem a divulgar este absurdo, não dá para acreditar o poder publico falando esta besteira.

http://naroda.blogspot.com

ainda quem puder assinar esta petição publica http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N20312

Vamos ver se conseguimos fazer algo

Alexandre Sawada disse...

Ciro
muito bom o texto, e eu sendo de Floripa, agradeço pelo mesmo. Está sendo tentado uma mobilização aqui em Floripa para melhor divulgar o caso, até porque não são somente os ciclistas que morrem vítimas de motoristas bêbados. Estou duplamente abalado, sendo um professor de medicina da Universidade onde estudava o jovem e por ser praticante do Triathlon e consequentemente do ciclismo. Por aqui teremos que "impor" nossos direitos.
Alexandre

Guto disse...

Cara, perfeito o post.... realmente, pq tenho que fazer tantas concessões (nadar em horário ruim, acordar de madrugada p pedalar ou correr, entre tantas outras coisas) e os outros não podem simplesmente conviver, ou dar espaço ao outro! É um saco isso... viver em sociedade não é assim! Hoje observo que temos de defender isso, não podemos ficar calados... abs!

Marlus disse...

É Ciro o negócio não esta fácil, aqui em Curitiba mais um ciclista morreu atropelado na semana passada:

http://bandab.pron.com.br/jornalismo/geral/ciclista-morre-atropelado-por-caminhao-durante-treino-na-br-277-33933/