Record em Berlin



Eu não poderia deixar de divulgar isso. . .

O record da maratona caiu de novo. Mais uma vez em Berlin.

Incrível!




O protagonista dessa vez foi o queniano Patrick Makau.


Ele cravou 2h03:38, abaixando em 21 segundos o record que era do etíope Haile Gebrselassie.


Isso "só" dá um ritmo de 2´55´´ por km
Minha nossa!!

Bom... o que eu queria falar é:

Ontem entrei no facebook pra responder uma msg de um amigo, e aproveitei pra ver as "notícias" .
Que bela ferramenta que inventaram esse facebook..... mas como usam mal essa ferramenta !!!
Mais incrível do que o record do Makau em Berlin, é ver quanta coisa sem sentido colocam lá.



Apenas com relação ao tempo do queniano , uma das coisas que li foi:

"é doping"
e
"com doping até eu"

.....


Falar o que para um "ser" que expressa uma opinião dessa, publicamente?

Eu acho interessante esse facebook.
Como já disse, é uma ótima ferramenta.
O que eu não gosto é dessa quantidade de informação desnecessária que colocam sobre tudo.
Ou pior...
Expressar uma opinião baseada no zero de conhecimento.

Apenas, gostaria aqui de deixar registrado que:
Usem essa ferramenta para finalidades boas, com princípios e conceitos.

Correr 42km pra 2h 03 é algo realmente impressionante.
Eu, e qualquer pessoa que entenda.... tb fica impressionado!
Mesmo que essa maratona fosse na descida... isso já seria incrível!

Apenas não entendo o por que duvidar de pessoas como quenianos ou etíopes que correm como um meio de vida.
Os quenianos e etíopes são realmente melhorados geneticamente pela evolução.
São exemplos claros da seleção natural.
Nascem na altitude.


São leves, com ossos leves.

Tem fibras de tipo específica já melhoradas.

Brincam descalsos quando crianças, trabalham nas fazendas estando em contato direto com o meio e o ecossistema. Eles se integram à natureza e ao ambiente em que vivem.
Lá, tudo fica longe de tudo.
As grandes distâncias, faz com que eles precisem correr para chegar a qualquer lugar, a começar pela escola.

Aliado a isso.... ainda eles tem os ídolos que conseguiram ter sucesso na vida correndo.... e esses ídolos são seus compatriotas.
Eles enxergam a possibilidade de serem alguém na vida, usando o esporte como veículo.

Vcs nem imaginam o tamanho da "peneira" que existe por lá.
É igual ao futebol aqui.
As crianças aqui no Brasil olham os caras fazendo sucesso no futebol e querem ser iguais.
Em países como Kênia e Etiópia é igual.
A peneira é gigante no esporte pedestrianismo.

Existem escolinhas e mais escolinhas de corridas para a criançada.
Eles correm e treinam comendo fubá e tomando água durante 10 anos.
Imaginem quando é disponibilizado um gél de carboidratos tipo GU para eles....

Seus corpos são preparados e treinados -a fundo-, para que aguentem longas distâncias comendo pouco e ingerindo pouca água.

Além de melhores geneticamente, eles se submetem a treinos exaustivos, muitos deles descalsos e com roupas emprestadas que são muitas vezes maiores do que seus corpos.


Por lá, existem muitos desses, e todos muito bons.

No Kênia, correr maratonas em 2h15 é “simples”, e tem uma penca deles que faz isso.

Eles são bons!!!
Nasceram com facilidades genéticas sim, mas RALAM para ficarem melhores.

Nesse esporte não existe outra maneira.

O segredo é ralar e ralar e ralar e ralar mais um pouco.

O POR QUE RALAR????

Aí, a motivação é vc que vai ter que gerar.

Apenas não simplifique uma vida dedicada com muito suor.... à palavra doping.

Não seja tão simplista
Pense antes de falar.
Seja responsável na hora que for falar e comentar.

Apenas isso!




OBS: Lembrando que o cara que correu mais rápido os 42.195m de toda a história é outro queniano chamado Kenyan Geoffrey Mutai.
Ele correu a maratona de Boston em abril de 2011 pra 2:03:02.
MAS... NÃO vale como record, pois o percurso de Boston-USA, não é válido, pois começa em um lugar, termina no outro e sai fora do raio de 21km, além de ter mais de 70m de desnível da largada e da chegada.
BOSTON não vale para record pela IAAF.



Vídeo enviado por Beto Nitrini.


Se vc acha que consegue fazer isso.... blz.... faz ai então.


15 comentários:

Deco disse...

Mais uma vez impressionante o texto CIRO...muito bala....
Tchê manda noticias do HAWAI, com fotos em loco...tamo na torcida...

LODD disse...

Essa história de "com dopping até eu" é a coisa mais covarde atualmente no esporte.

2h03min na maratona?!? Eu, nem com dopping e mutação genética. E provavelmente ia ter que nascer de novo umas 10x pra chegar perto disso.

Os caras são fora da realidade!!!

Excelente post!

Gina disse...

Oi Ciro,

Isso ai!!

Outra coisa, super mega boa prova pra vc no Hawai....to na torcida e desde ja estou te emanando muita energia:))

Beijão,

Gina

Marlus disse...

Isso sem contar com as pessoas que utilizam o Facebook, para denigrir a imagem de outras pessoas.... Todo mundo vai compartilhando a informação sem saber se ela é verdade ou não... e aí quando vai se ver ja se formou uma bola de neve gigantesca...

3 ATHLON NA VEIA disse...

Ciro,
Duas coisas com relação às pessoas que falam esse tipo de asneira:
1 - Não fazem e nem entendem p... nenhuma de esporte. Ignorância pura.
2 - Tem que ver o que "eles" usam para deixar o cérebro no ponto de publicar isso.

ciro violin disse...

Exato!!!

Guilherme disse...

Hahaha
Se fosse assim!!!!!
Com doping até eu?????????
Como assim??????
Como se o doping ajudasse a transformar a pessoa em uma coisa que ela não é!!!!
Então vou dopar meu vô de 86 anos pra ver se ele também não corre a maratona, nem que fosse só pra terminar, ou pelo menos pra ele voltar a andar.
AAAAHHHH se tudo fosse tão facil, quanto falar ou escrever, merda!!!
Abraço
Gui

Beto Nitrini disse...

Mas nem seu tomasse, injetasse, comesse todos os tipode doping que existem no mundo conseguiria correr os 2.195km da maratona à 2'55''!! Imaginem os outros 40km!!
Esses caras são de outro mundo! Falar em doping numa hora dessas é triste...
Dêem uma olhada nesse vídeo e entendam o que é ser um corredor no Quênia!!

http://www.youtube.com/watch?v=1dmjQfCYEtQ

Abs

ciro violin disse...

BOA Betão!!!

ciro violin disse...

Ultima imagem do vídeo... minuto 9:30

Que passada espetacular!!!!!!

Beto Nitrini disse...

E os caras correndo descalços Ciro?!?!?! Como é bonito ver esses caras correndo!

Aninha disse...

"Nao divulgue sua felicidade... Suas conquistas...
A inveja tem Facebook!"

Infelizmente... Como todas as outras redes sociais e meios de comunicacao modernos... Sao excelentes se usados de forma correta... Etica... Verdadeira... Porem, sabemos que nao eh assim que funciona, ne?

Pesquisar se a informacao eh veridica antes de divulgar? Esquece... Nem os proprios sites, contratados p/ alimentar... Fornecer informacoes economicas p/ sites de instituicoes financeiras se responsabilizam pelo que expoem... No contrato consta uma clausula que exclui a responsabilidade sobre a unica responsabilidade q deveriam ter!

Qto ao dopping...

Eh muito mais facil... Eh muito comodo... E eu diria tb mediocre (pois a pessoa nao estuda... nao olha a historia... A biologia... A genetica... A evolucao do homem... Do Dos animais... Das plantas... Do planeta... As mutacoes... Selecao Natural... Darwin... Etc... Etc... Etc...) e tb covarde... Falar: "eh dopping"!

Por falar em coragem... O + engracado sao os Facebookers q nao tem coragem de postar no blog e se fecham em suas comunidades "ah! eh dopping!" e ficam teclando... entre eles... detonando quem estah tomando as ultimas novidades do mercado: "sol, vento, chuva e muita fumaca de caminhao na cara!"

Chega, neh? Acho q jah escrevi demais...

Rodrigo disse...

Qual será o limite?
Já li um texto que os records olimpicos estão muito próximos do limite e de repente aparece um novo record como este ou o do Bolt...
Surpreendente

LODD disse...

Cara... esse vídeo é demais. E olha que eu nem sou um dos maiores fãs de corrida hein!? rs

Uma coisa que eu tive pensando: Dopping nas corridas de longa distância - faz tanta diferença? Eu (que não manjo bosta nenhuma de corrida) acho que correr é biotipo e biomecânica, aliados a treino, treino e mais treino. Lógico que dopping pode ajudar a recuperar dos treinos.

Eu pergunto isso porque fisiológicamente nenhum desses monstros quenianos chega perto em termos de Vo2 de um ciclista pró-tour ou de um atleta de corss country sky. outro dia li que até mesmo nadadores (que é um esporte altamente técnico) tem Vo2 mais altos que corredores.

Aliado a isso, quando o Armstrong tava correndo maratonas, alguém fez uma analogia dizendo que ele era pro ciclismo o mesmo que a nata dos africanos eram para as corridas longas, mas que mesmo com todo esse potêncial ele nunca chegaria nem perto de uma performance de "categorias de base" no Quênia, por exemplo.

Não acompanho tanto assim o mundo das maratonas, mas não me lembro de ter ouvido caso de dopping recentemente. Lógico que corridas de explosão são outro "esporte".

Sei lá, mas a impressão que eu tenho é que você pode dopar o melhor atleta "caucasiano" com o que você quiser que mesmo assim ele não passaria nesse peneirão no Quênia. E me pergunto, se esses quenianos, etíopes e etc.. realmente se dopassem qual seria o ganho? Porque pra mim (que de novo, não sou ninguém pra falar sobre corridas) o limite desse esporte está na mecânica e não na fisiologia.

Cirão, dá um help?

Abs

LODD

Beto Nitrini disse...

Lodd, esse mundo da corrida não é para nós! Isso é para os levezinhos! A gente é que é teimoso feito uma mula e insiste nessa porra!!!
Como falar em doping no quênia? Se os caras tivessem dinheiro para se dopar comprariam tênis antes! Não tem ninguém correndo de Garmin, Polar, tomando GU, Accel, R4... É na raça mesmo!
Como os caras conseguem? TREINO!!! DEDICAÇÃO!!! HUMILDADE!!! Você viu onde os caras moram? O campeão mundial Junior dorme num beliche e lava as roupas da galera toda!
Como dizia um amigo na época que eu jogava futsal: "Quem sabe faz, quem não sabe assiste e aplaude!"