reclamamos demais ?

Recebi um email esses dias em que dizia para ler com calma e atenção, e fazer uma boa reflexão depois.

No texto falava como o brasileiro reclama.
Reclama de tudo!

Reclama principalmente dos políticos, dizendo que eles são ladrões, picaretas, e cheio de más intenções com o dinheiro publico, fora todos os casos de corrupção, etc.

Com certeza a grande maioria reclama com razão... Claro!!!

Mas reclamamos do que?

O texto trás uma lista gigantesca de atos que o próprio brasileiro faz diariamente.

E que fazendo tais coisas, o cidadão nunca poderia reclamar dos políticos.... ... já que fazemos "igual".

Na lista, tinha coisas como:

- Coloca nome em trabalho que não fez.
- Coloca nome de colega que faltou em lista de presença.
- Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas.
- Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas.
- Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração.
- Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, e até dentadura.
- Fala no celular enquanto dirige.
- Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento.
- Para em filas duplas, triplas, em frente às escolas.
- Viola a lei do silêncio.
- Dirige após consumir bebida alcoólica.
- Faz "gato " de luz, de água e de tv a cabo.
- Estaciona em vagas exclusivas para deficientes.
- Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se
fosse pouco rodado.
- Compra produtos pirata com a plena consciência de que são pirata.
- Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem.
- Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos, como clipes, envelopes, canetas, lápis... como se isso não fosse roubo.
- Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha.
etc, etc, etc

Meu............ a lista é gigantesca

Quem quiser saber depois, posso passar o email.

Bom... reclamar do que , se fazemos pior ?

Vc não faz?
Ah tá..... claro.... vc não faz.

Bom... eu vi um monte de gente fazendo uma coisa simples de tudo domingo passado.

Mentindo e sendo mal educado para com o próximo, num ATO simples.
Eu, inclusive.

Estava na Golden Four Asics - 21k - Etapa SP - no domingo.
Prova bem organizada!
Pequeninas falhas, mas muito bem organizada num contexto geral.
Muita água, isotônico, percurso, lanche no final , etc, etc, etc

Tão organizada que tinha até pulseirinha de baias de largada, de diferentes cores que indicavam os km/min que cada um é capaz de fazer.... e que foi dito antes .... no momento da inscrição por cada um que efetuou a inscrição.

Agora pergunto:

Quem realmente seguiu a ética, a coerência, o bom senso, e colocou o tempo certo de min/km que iria fazer nos 21k ??

Ou pior...

Quem realmente seguiu a sua pulseira e ficou no lugar demarcado?

Ah ta.... Sei...

Quando entrei na baia, fiquei com vergonha de ir me infiltrando e ultrapassando o pessoal que estava na minha frente.
Eu que chegasse mais cedo.

Eu que chegasse mais cedo???

Bom....
Fiquei ali, parado, estacionado, e pensando:
Vou ter trabalho pra ultrapassar todo mundo até chegar nos caras do meu ritmo lá na frente, os quais estavam largando lá na "elite B" ...

E... larguei la no bolo, onde minha pulseira indicava eu largar.
Quando saímos, claro que tive que correr em zig zag tentando o máximo não relar em ninguém.

Me contorcia, levantava o braço, me esticava, freava, acelerava em zig zag até chegar no pessoal mais forte (levei 5km pra chegar neles)

Enquanto eu ziguezagueava, me veio um pensamento na cabeça:

Quem esta errado aqui?
Eu por estar correndo pra lá e pra cá como um loko?

Ou quem ta aqui na frente correndo devagar?

Eu estou sendo mal educado de estar correndo quase que esbarrando no povo sim.
Mas esse povo que não seguiu com sua palavra e largou num local de 3:30/km quando na verdade vai correr pra 5min/km .... também esta errado.

Ninguém aqui esta falando sobre ritmos de corrida .... cada um corre no ritmo que quiser, ou melhor, corre no ritmo que conseguir.

Estou falando aqui sobre a idoneidade de cada um.

Reclamar de políticos em Brasília é fácil ..... mas fazer o correto ninguém quer.

Fazer o errado é fácil.
Fazer o correto que é difícil.

Em 10 segundo pensando assim .... eu falei pra mim mesmo:

Se eu estou errado.... eles também estão ..... então dane se.

Me contraí, e comecei a bater nas pessoas com os braços e ombros, não me importando muito se iria tocar nelas ou não.
Se bater, bateu.

Um erro não justifica o outro, e sei que errei.
Peço aqui desculpas por ter batido em quem bati com mais força.
Sei que com certeza não machuquei ninguém, mas como estou com uma dorzinha no ombro, por ter tocado com mais força em alguém, acho que a pessoa deve também estar meio dolorida.

Apenas queria me desculpar com esta pessoa (que não imagino se é homem ou mulher)...

... e deixar uma questão:

Se vc é mais lento, isso não interessa, seja educado e largue mais para trás.

O cara que corre a 3:30 por km, NÃO deve precisar chegar com 3 horas de antecedência num evento para pegar lugar, só por que os caras que correm a 5min por km chegaram antes.
É por isso que existe a pulseirinha indicando seu nível de corrida.

Respeite a pulseirinha.
Largue no seu nível.
Faça a inscrição e seja honesto em falar seu tempo de corrida por kilometros.
Isso vale para largadas de triathlon também.... claro!



São nas pequenas coisas...... que fazemos uma boa convivência em sociedade.


.


16 comentários:

Daniel disse...

APOIADO!

Falta uma coisa essencial se quisermos ser país de primeiro mundo: EDUCAÇÃO. Sem a menor sombra de dúvida isso falta à todos, em todos os níveis sociais. Do mais pobre ao mais rico que acha que está acima de tudo e todos.

Também fico puto quando vejo gente que larga em baia errada.Será que não percebem que se TODOS respeitarem, TODOS vão fazer um tempo melhor!?!? Mesmo os que correm em 5'/km e acham que estão dando uma de espertos ao se colocarem na baia de 3'30"/km.

Abraço

Wladimir Azevedo disse...

Ciro, boa noite !!

Tudo bom ?

Cara compartilho como vc em tudo que colocastes aqui... nós brasileiros temos um grande problema... FALTA DE PRINCIPIO... aquele, que não se aprende mais nas escolas, pois tiram do Curriculum escolar, eu sou da época da moral e cívica... ou seja "meu direito termina quando começa o do próximo" e assim vai.

Eu fiz a Golden Four no Rio, junto com nosso amigo Xampa, foi uma das provas mais organizadas que fiz até hj... porém vi neguinho escrevendo mal da prova, pq ela aconteceu em um local distante (ocorreu uma mudanca no sentindo do percurso devido ordens da prefeitura) mas ai o cara sai de casa tarde e diz q o culpado é o organizador da prova, o mesmo organizador que ligou na véspera da prova para me avisar que teve mudanca no local do percurso... enfim...

Acho q esta na hora do nosso povo, me incluo nesse grupo, parar com a ideia de "se dar bem" ou "deixa para lá, não vai adiantar nada" e tomar atitudes.

Na sua lista no final do post, incuiria : RESPEITAR O PRÓXIMO (princípio, inclusive bíblico)

Abcs
Wlad
http://www.triathlonsemgluten.com

cfportugal disse...

Resumindo esse seu post Ciro, volte ao segundo parágrafo.

Eu fiz minha inscrição, muito tempo antes, disse que terminaria em torno de 90 minutos ou 1:30h, pace = 4:15, terminei EXATAMENTE em 1:29:57, me deram pulseirinha de 4:30/5:00, fiquei na faixa da minha pulseira, quando faltando 1' comprimiu e passamos por baixo da faixa. Não tive trabalho algum de chegar até a faixa limite, (cheguei nela faltando menos de 15 minutos pra largada) ninguém reclamou, não estava apertado e qualquer um chegaria ali sem esforço.

A propósito, dessa lista que postou, sou culpado de um único item, ainda em algumas situações falo ao celular, quando estou dirigindo, mas em vias de regra evito, sou chato pra caralho, reclamo pra caralho e não me permito fazer coisa errada, justamente por essa natureza, por isso me acho no direito de responder esse post.

como minha esposa diz, não dá para mudar o mundo, brigar, discutir, nos dias de hj capaz de levar uma bala, então faça a sua parte.

Guilherme disse...

E mesmo assim
1 hr e 12 min?
PQP
Ta muito forte!!!
Menos de 1 mês depois de chegar na frente do Galindez na maratona do Rio
PQP
PQP!!!!!

Xampa disse...

Cirão,
culpar os outros é sempre moleza, como vc falou.
Fora isso, aqui se vc é correto vc é o mané, o otário.
Deve haver uma razão história para essa porra.
ô praga do caralho.

cfportugal disse...

Acho importante mencionar uma coisa que acabei esquecendo, sou ATEU e vivo com uma única regra social "faça pelos outros aquilo que vc gostaria que fizessem por vc"

Beto Nitrini disse...

Cirão, lembra do post Educação ou adestramento?
http://bnitrini.blogspot.com/2011/06/educacao-ou-adestramento.html

Quantas pessoas que fazem tudo isso que você citou são punidas? Não quero punição drástica, mas uma punição mesmo que leve?

NENHUMA!!!! O QUE FALTA É ADESTRAMENTO!!!!

DIOGUITO FARIA disse...

Eu não foi, pois deixei vc me passar no km 20...hhahaha
Abraço Ciroc

Andre Derosso Teixeira disse...

Não sei da onde vem este pensamento dos brasileiros de achar que por sair na frente vai chegar na frente.
Quando participei do IM Africa achei interessante a postura das pessoas que ficavam posicionadas mais atrás sem fazer questão de se amontuar na frente da largada.
Parabéns pelo resultado e pela nota no blog.

AnaMaria disse...

Alguns sabem da minha relação com o Ciro.
Não estou aqui para puxar o saco, pois ele poderia ser meu filho.
Na verdade gosto de chama-lo de irmão mais novo.

Eu estava lá na ponte e vi a hora que você "ziguezagueou".
Como era na descida e eu estava em cima da mureta de proteção, vi bem o que você fez.
Falei para meu marido:
Olha o Ciro. Olha a diferença de velocidade dele para o pessoal.

Mais do que a diferença de velocidade, foi ver a capacidade de reação e decisão de ir para a direita ou para a esquerda e tomar o caminho certo sem esbarrar em ninguém, e sem perder tempo.
Capacidade de reação igual a de levantadores no vôlei, que precisam decidir rápido qual atacante vão usar, dependendo da armação do bloqueio do outro lado.

Não quero encher sua bola, mas foi bonito de ver.

AnaMaria

ciro violin disse...

Poxa !
Vo dormir feliz hj hein?
Valeu sister Ana

Emiltri disse...

Pois é Cirão, a civilidade é um exercício diário e infindável. Sem trégua!
Abrax.

Paulo Pedrazzini - Triatleta de Cristo disse...

Apenas quero reinterar que realmente é muito mais fácil fazer o mal do que o bem, pois como Paulo, apostolo de Jesus Cristo disse:

Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço.
Romanos 7:15

Fiz referencia a isso, para ressaltara a nossa tendência natural, de fazer o que não é aprovado.

Por isso temos que a cada dia, nos julgar e ver que atitudes temos que mudar, e com certeza iremos corrigir aquilo que precisa ser mudado.

E se você ainda querer largar na baia mais rápida, treine pra merecer isso.

Até!
Paulo Pedrazzini

Joka disse...

Puts isso rola direto, na real não entendo pq essas pessoas não se escrevem corretamente...Olha se falar o q penso fudeu...kkk Abrax man !!!

Sarah disse...

Ciro, eu não vou "puxar o seu saco". Também não vou falar que vc ta errado, porque nao tá. Só vou fazer uma colocação. Eu sou professora. Eu não posso sentar na mesa, porque aluno também não pode. Não posso entrar na sala de aula mascando chiclete porque aluno não pode. Não posso falar palavrão (embora nao me falte vontade) porque aluno também não pode. Resumindo: tenho que dar o exemplo. Se o aluno me vê fazendo isso, por que então ele não pode fazer? O que ele tem de "menor valor" que eu posso mas ele não? Com o exemplo que vc deu, é a mesma coisa com os políticos. Então, o "povo" pensa (talvez inconscientemente): Por que o cara pode roubar zilhões de reais e eu não posso passar meu filho debaixo da catraca? Já que eu trabalho 10 horas por dia, 6 dias por semana pra ganhar 550 reais, e ele trabalha 2 dias por mês pra ganhar não-faço-ideia-de quanto? Tá muito errado SIM. Pelo amor de Deus, não to defendendo essas pessoas, se tem uma coisa que eu odeio ver é isso. Só pra vc ter uma noção da "(in)consciência" do povo em relação aos políticos de quem eles falam tão mal. Felizmente, por outro lado, não é todo mundo. Existem aqueles que têm a boa consciência e se levantam pra dar espaço pro idoso no metrô. De todos os países em que já passei, fiquei até "comovida" em constatar uma coisa. E acredite se quiser: Aqui em São Paulo é onde eu mais vejo esse gesto simples mas de se tirar o chapéu. Existe (ainda) homem cavalheiro que quando vê uma mulher caminhando num lugar estreito da rua, dá a passagem. Entre tantos outros exemplos. O comportamento do povo tá, sim, muito errado. Mas que fomos "premiados" com uma corja no congresso, ah, isso fomos. E pra fazer uma reviravolta nessa história, precisamos da pura e simples educação, como o primeiro colega ali em cima citou. Mas isso leva a conversa a outro ponto, que leva a outro ponto, e a outro ponto e a gente entra num círculo fechado. Por isso eu mudo de assunto e encerro aqui dizendo que adoro o seu blog! Põe dedicação em tudo o que vc faz, e passa isso com toda a paciência pra esse espaço! Tudo de bom na sua vida!

ciro violin disse...

Obrigadao Sarah...
Um otimo comentario
Adorei
Parabens pela dedicacao como teacher...
Obrigado