Coluna Opinião do Site Mundo Tri

Minha opinião sobre o fim de ano é: Cuidado! Você pode deixar de ser triatleta se desligar demais.

Pois é, se você é um triatleta de verdade, faz o esporte porque curte muito. Você gosta de nadar, gosta de pedalar e também gosta de correr. Eu sei que a maioria dos triatletas não é apaixonado pelos três esportes igualmente; mas, com certeza pratica com prazer pelo menos duas das três modalidades.

Minha idéia sobre o fim de ano “triatlético” é que não se deve parar por completo, de maneira alguma. Nadadinhas, corridinhas e pedaladinhas devem ser executadas todos os dias, de forma divertida, sem obrigações! Ninguém deve fazer séries.

Aliás, séries são proibidas após o término das competições, ou quando os próximos objetivos estão muito distantes. A idéia principal é descansar a cobrança do “TENHO QUE TREINAR PRA VALER” e não propriamente descansar o físico.

Se você ralou e treinou pra valer durante todo o ano, deve estar cansado. Eu imagino, pois também estou cansado. A parte física, contudo, se recupera com 10 ou 15 dias dependendo do condicionamento, metabolismo e alimentação empregada nesses dias de “descanso”.

Não é preciso parar, ficar sem fazer nada, para descansar! É possível relaxar ativamente. Estou falando de corridinhas de 30 minutos… Estou falando de pedaladas de 1 hora… Estou falando de nadar por 20 minutos… E, obviamente, sem intensidade!

Você pode também pedalar de MTB. Não precisa comprar uma. Pegue emprestado de alguém que não esteja usando. Será bom sair na terra, em lugares onde geralmente não é possível passar de biciletas de estrada. Corra em lugares onde nunca corre, mude o ambiente, o piso e o horário. Nade em um lago ou mar, sem preocupações técnicas e metragem. Se estiver na piscina, coloque o pé de pato e brinque de ondular, apneia, ou faça perna bem leve!

Não pare com sua rotina no fim de ano! Você não deve treinar, deve se manter ativo, disciplinado, focado, mas ao mesmo tempo relaxado e desencanado.

Com a alimentação é o mesmo princípio: Cuidado, não exagere! Continue focado e controlado. Se por acaso exagerar, o que é normal acontecer, em uma das festas ou happy hour de fim de ano… sem problemas. Apenas se segure nos dias seguintes. Você continuará equilibrado.

Penso que se você pratica triathlon é porque gosta desta vida regrada. Não existe outra possibilidade de ser triatleta sem ser regrado. Se você esta condicionado a ser regrado, por que jogar tudo para o alto, chutar o pau da barraca no fim de ano? Caso você se torne um sedentário e engorde muito neste período, tudo ficará mais difícil quando você decidir voltar a treinar! Seja para o Internacional de Santos, Troféu Brasil ou Caiobá, que já são no início do ano.

Por que não se manter ativo?

Faça um teste desta vez, não pare por completo, se mantenha praticando de leve. Posso garantir que você iniciará um 2011 muito melhor e disposto.

Um ótimo fim e início de ano a todos.

Abraços do Ciro – http://cirotriatleta.blogspot.com/

8 comentários:

Joka disse...

Seguindo a fundo !!! rs Feliz Natal Ciroa, sangue bom !!!!

Alberto Peixoto disse...

Feliz Natal para vc e toda sua família...
Que 2011 chegue cheio de novos desafios para serem superados...
Grande Abraço

Xampa disse...

to dentro. correr, correr, correr.

Aline Carvalho disse...

Perfeito!

Aline Carvalho disse...

Perfeito!
Amo a rotina e os treinos!
Vida NORMAL no fim de ano!
Nada de pé na jaca!

Aline Carvalho disse...

Amo minha rotina!
Vida normal neste fim de ano!
Nada de pé na jaca!
Alimentação e treinos em dia!

Ulisses Kbelo disse...

Difícil não fazer força hein? hahauhauhahua
Abraço

Luiz Fernando disse...

"Não existe outra possibilidade de ser triatleta sem ser regrado".
Estas suas palavras são a essência da Vitória.
Parabéns por 2010. Feliz 2011!