Mais uma vez . . .

O texto abaixo foi escrito no dia 16/10, logo depois que recebi o convite do Bruno Romano para a edição de novembro da revista VO2.

Para quem lê blog.... o texto já é mais ou menos conhecido, mas para quem não não comprou a revista, aí vai mais uma vez como foi meu dia em Kona 2009.
Obrigado a todos!!!
ciro




Comecei no Triathlon quando tinha 13 anos de idade, mal tinha completado meu primeiro Short e já acompanhava por revistas a Fernanda keller participando do IronMan Hawaí.

Sempre pensei nesse evento como uma prova quase impossível, primeiro pelas distâncias absurdas, e segundo que para se obter a classificação era quase o inimaginável, já que o nível sempre foi alto.

Depois de quase 200 provas de Triathlon concluídas, e alguns bons resultados em Meio-IronMan, achei que deveria tentar. Com muito medo e respeito, treinei duro meses e meses, até que no dia 31 de maio em Florianópolis, tive um ótimo dia e conquistei a tão sonhada vaga para disputar o mundial em Kona.

Mais três meses de treinos duros, tive problemas com lesões, trabalho, viabilização do dinheiro para a viagem, mas finalmente o dia do embarque chegou. Dois dias depois estava na Big Island-Hawaí. A cidade estava tomada por triatletas. Kona respira Triatlon por 10 dias. Parece que todos nadam, pedalam, e correm, e a qualquer hora as pessoas se exercitam. Todas as vezes que treinei, vi algum rosto conhecido. Sim, eram os feras do Triathlon, eram os caras que eu sempre via nos vídeos das provas anteriores, eram os caras que eu me espelhava, e estavam ali, do meu lado nadando, correndo na rua, ou fazendo compra no supermercado. Foi incrível e me animei muito para a prova.

Na manhã do grande dia acordei sem muita ansiedade, afinal 15 anos de Triathlons valeram alguma coisa. Quando cheguei na transição todos já se aprontavam, e escutávamos todas as línguas das diferentes nacionalidades. Após um afunda-empurra para se posicionar para a largada, escutamos o tiro de canhão, e mais de 1800 atletas começaram o duro dia de um IronMan do Hawaí.

Após uma natação conturbada com muitos pontapés e mãozadas, saí da água e olhei para o relógio, estava com pouco mais de 55 minutos, e pensei comigo: Tá ótimo, to me sentindo bem hoje!

Fiz a transição rápida, de nadador me tornei ciclista em pouco tempo, e logo subi na bike com a adrenalina a mil por hora. Muita gente torcendo e gritando no percurso bem organizado dentro da cidade, até que pegamos a rodovia. Sobes e desces de tirar as mãos do clipe, a cada posto de hidratação bebia tudo o que davam, pois começava o poderoso calor do Hawaí. Muito vento contra na grande subida até o retorno, na metade do percurso que fica condado de Hawi. Uma descida a favor do vento que, eu já não tinha mais marchas, mas continuava me sentindo bem, e me hidratando a todo momento. Cansaço, e dores básicas nas costas decorrentes da força exigida, e do longo percurso são naturais e esperadas.


Mais vento contra em nossa chegada de volta à Kona, mas eu continuava me sentindo bem. Entreguei a bike com pouco mais de 5h, fiz mais mais uma transição rápida e de ciclista me tornei maratonista. Saí cadenciado, trotando e com medo do que poderia acontecer. Me sentindo bem, mas pensava: Vai devagar Ciro!! Calma!! Aqui é o Hawaí. Continuava correndo cadenciado e o calor aumentando. Muita água, isotônico, e refrigerante nos postos de hidratação muito bem distribuídos ao longo do percurso. Fiz o retorno no famoso Energy Lab, com um calor que parecia estar ao lado de um forno à lenha, mas continuava me sentindo bem e correndo cadenciado. Com 30 km da maratona soltei o freio. Pensei comigo: 12km eu tiro de letra. Vou pra morte. E vim forte para cruzar a tão sonhada linha de chegada com 9h21minutos com o locutor me chamando de Cirou Vaiolin from Brazil. Parei em baixo do pórtico e pensei comigo: Sonho realizado senhor Ciro, agora trate de fazer de tudo para voltar aqui o ano que vem.

Matéria do site da CBTri

Texto enviado por Ciro Violin, a pedido do site da CBTri.



Fotos de Daniela Góes - Cia de Eventos



“No mundo do triathlon, pode ser no começo, meio, ou final de temporada, tem sempre alguém falando sobre a competição na Academia da Força Aérea de Pirassununga. O famoso Long Distance da A.F.A. Prova dura, e competitiva, mas que também é bonita, e charmosa, e que em mais um ano bateu recorde de inscritos.


Meu ano de 2009 foi muito bom, pois realizei meu primeiro IronMan em Florianópolis e consegui a classificação para o Hawaí. Em outubro competi na mais cobiçada prova do triathlon mundial e gostei muito de meu desempenho.

Sonho realizado, quando parei para pensar se faria o Long Distance A.F.A. ou não, decidi em cinco minutos que faria não só o Long, mas o Short no sábado também.

Como já tinha atingido meu objetivo maior, iria apenas curtir o evento, afinal é bem do lado de casa.

Depois de algumas semanas de cansaço devido ao desgaste de um pós-IronMan, treinei bem, e estava motivado para as disputas.

Eu sinceramente não sabia em qual prova me concentrar mais, e passei a semana anterior meio perdido, mas quando o sábado à tarde chegou, eu estava uma pilha com vontade de pular logo naquele lago.

Após uma ótima natação, saí bem para pedalar e revezei junto com o Felipe Martins para não deixar o time do Pinheiros nos pegar. Na corrida, os 6 km foram com o coração querendo saltar pela boca, já que o triatleta profissional Leandro Ferreira vinha forte tentando me alcançar. No final controlei bem e venci o geral, mas com apenas 15 segundos de diferença para o segundo.

Nada de descanso depois da prova: conversa pra lá e pra cá, fomos os últimos a deixar o local do evento, e como é um final de semana diferente, aproveitei para colocar as conversas em dia com o time do Pinheiros: Arthur, Alê, e André, além de Arthur Alvim e Bia, do time da Run&Fun.

Fomos dormir às duas da manhã e quando mal tinha pegado no sono, o despertador tocou.

“Bora” de novo para a A.F.A., e pra variar cheguei atrasado, mas em pouco mais de 20 minutos eu já estava alinhado de novo na frente do lago, até que a buzina tocou novamente, e 700 atletas se jogaram na água . . .

A natação foi forte, bem no pé dos caras da elite. A primeira volta da bike, saímos de zero e fomos para quase 41 de média, mas como o ciclismo é meu esporte deficiente, afoguei e não consegui acompanhar. Ainda pedalei para quase 40km/h de média e entreguei a bike em oitavo. Saí para correr meio torto, mas aos poucos fui aquecendo, e encaixando, e fiz uma boa meia-maratona, pois terminei a prova em quinto lugar no geral, sendo o melhor amador do dia com 4h08 min. Para quem queria apenas terminar, foi bom demais!

Ainda não fechei o ano, mas estou muito satisfeito com 2009. Foi um ano incrível e nunca vou esquecer. Ano que vem pretendo me concentrar ainda mais para o Ironman Brasil e tentar mais uma vez a vaga para o Hawaí.

Terei que ralar muito para conseguir me classificar, mas acredito que motivado pelo desejo, a conseqüência será de trabalhar duro para conquistar um bom resultado.

Que venha 2010.”


Fim de semana BY Arthur Alvim da Run&Fun

Salve - salve, e já aviso que é com muita alegria ...

Que irei agradecer o final de semana e a estadia

Agora escrevo com gosto

Lembrando ao Sr. Ivan que no ano que vem quero ver os bonecos infláveis de posto

Aqui vai sempre boas rimas

Que bom que estava o bolo da Dona Regina

Aqui é realmente muita empolgação

Um grande abraço ao grande César o verdadeiro irmão

Bom, aqui quem escreve é Arthur Alvim

Mas foi muito bom o final de semana com a família Violin

Sei que é demais e é muito bonito

Mas a CIRADA deste final de semana eu já tinho dito

Aliás desde quando ele estava inscrito

Eu só ainda não tinha visto

Claro lógico que ele ganharia a duas conquistas

Além de bom, agora é colunista de revista

Eu falava todo dia

Na usp, no parque ou para a Bia

Falava sem receio

ELE VAI GANHAR O SHORT E VAI GANHAR O MEIO

Cirão foi animal, Sensacional

Muito legal, Fenomenal

Sem contar o final de semana completo, pizza, balada, cerveja e sorvete?

E ainda ganhou as duas provas e andou pra cassete

Dá até medo

Mas uma coisa confesso, achei que eu ia dormir cedo

Falei para a Bia, a gente dorme no Ciro e consegue dormir mais cedo

Erro meu, era onze horas e o cara ainda não estava azedo

Pode falar, pode desacreditar, pode criticar, isso aqui não é moda

O CIRÃO TÁ FODA

Realmente momentos bons duram pouco

Este final de semana foi bem legal e bem louco

Confesso que deu muita vontade de competir e estar competindo

Mas fico feliz do mesmo jeito de ver todos bem e sorrindo

Mas eu estava lá, fazendo por todos o que gostaria que fizessem por mim

Gritando, incentivando, dando coca cola, dizendo os tempos as diferenças, estilo Arthur Alvim

Fiquei muito feliz com a prova do Cirão

A do Pedra e a do Murilão

Lógico, tem que ficar contente

Os caras foram bem e bola pra frente

Amizade não é dinheiro

Muitas risadas com a família Violin e o pessoal do Pinheiros

Dormir no Ciro e ficar em uma casa que tem até bike no banheiro

Isso não existe no mundo inteiro

Mais uma vez valeu Cirão, foi demais

Agradeça seu irmão e seus pais

Sobre você acho que nem preciso comentar

Foi show, animal, nem sei o que falar

Apenas para descansar

Mais isso não vai adiantar

Mostrou mais uma vez que é o melhor e que está bem

E que a quilometragem semanal de corrida é no mínimo cem

PARABÉNS, PARABÉNS SENSACIONAL

A GALERA DESACREDITA, MAS EU ACHO ANIMAL

Se cuida, relaxa e fique sossegado

Mais uma vez parabéns e obrigado

IronMan Arizona

Santiago Ascenço e Rafael Brandão estrearam em provas de IronMan hoje dia 22/11, e fizeram uma senhora competição no IronMan Arizona.

Santiago fez um Top 10 chegando em 9 lugar com 8h 33 min

Rafael Brandão simplesmente pulverizou o record de tempo de um amador brasileiro em provas de IronMan e METEU INCRÍVEIS 8H50 sendo o 14 geral e o melhor amador do dia e já esta classificado para Kona 2010.
As parciais do Brandão foram: 48´ - 4h45 - 3h10
Nota 10!!!!!
Parabéns aos dois.

É hoje . . . . . .

Minha nossa!!!!!!!!!!!!

Chegou o dia......

Hj é dia do Short em Pirassununga 2009, e o tempo ta bom aqui.
Quente e nublado.
Acredito que um dia perfeito para ``sangue no zóio´´

Pessoal do Pinheiros em peso na prova... Alê, André, e Beretta, e o Fernando Ferreria que tem o pedestrianismo a la Adriano Bastos..... fora que deve ter mais uma penca de caras bons....

Exatamente como eu gosto.

Vamo que vamo......

Boa sorte a todos!!!!!

Pirassununga tá chegando . . .

Bom dia,
Boa tarde
Boa noite a todos. . .

Venho através do Blog lembra-los, comunica-los e convida-los, que neste próximo fim de semana, em especial no domingo vai acontecer o

Long Distance Pirassunuaga A.F.A 2009.

Esta é ``a prova´´.

Em sua 11o edição, ela é organizada pela Cia de Eventos, e terá quase 1100 atletas inscritos para as duas provas ( sábado short e domingo long ).

Para os que vão assistir, parece que o tempo vai estar bom, com céu limpo e apenas algumas nuvens, e estará quente, muito quente.

Para os que vão correr o Short desejo lhes:
1)Sangue no zóio!!!!
2)Força do começo ao final.... já que é um short, e logo acaba.

Para os que vão correr o MeioIron desejo lhes:

1)Respeito pela prova. Isto é um Meio IronMan. São 113km ao todo. Cuidado!!!!!

2)Alimentação durante a prova é importantíssimo. Pelo menos 5 gels durante a competição, e pegue água em todos os postos de hidratação.

3)Dormir cedo no sábado.

4)Não ficar muito no sol no sábado.

5)Não beber leite nem derivados no café da manhã de domingo. Leite demora para fazer digestão para mim, para minha mãe, para o faxineiro aqui da fabrica, pro Lula, e pra vc tb.
NÂO INSISTA !!!!

6)Hidratação..... Preste atenção na urina um dia antes da prova, ela deve ficar levemente amarela.

7) O lago é pequeno para tanta gente, por isso.... se vc nada bem:

Nade os 3 primeiros minutos forte para sair da muvuca.

Se vc nada mal, saia tranqüilamente atrás e faça sua natação.

8)Cadência na bike e na corrida. Lembre se de não se empolgar quando passarem forte por vc. Faça a sua prova.

9)E como diz meu grande amigo Zeca de Assis: ``Que se phoda o sábado. Eu quero o domingo´´

Ótima prova para todos

Importante:
Clique no vídeo abaixo e ligue o som beeeem alto, será uma motivação para domingo.
Essa é uma pequena parte do que aconteceu no ``PAI´´ de todos os Triathlons:
O IronMan Hawaii 2009, que ocorreu em 10 outubro, e completou 31 anos de história.

Para quem sonha em um dia chegar lá...... o Meio-IronMan Pirassununga já é um grande começo.

ABRAÇOS do CIRO

video

Respeito é tudo.

Lembro de um Post meu aqui no Blog, um mês após o IronMan Brasil que dizia que eu estava sentido uma experiência nova de pós IronMan.

Lembro que saia pra treinar e além de muito cansado, meus batimentos subiam demais.
Não parei de treinar, e aos poucos fui me recuperando até voltar a ficar forte novamente, afinal estava classificado para o Hawaí. Eu precisava treinar.

Hawaí executado, sonho realizado . . .
agora pós IronMan me encontro mais uma vez na mesma situação.
Apesar de ter terminado inteiro a prova, me sentindo bem e logo voltado a treinar, parece que agora o cansaço me pegou.
Ta foda!!
To bem cansado, perdendo hora de manhã, emagrecendo e fazendo umas porcarias de treinos.

Não tenho conseguido treinar como gostaria, e pela primeira vez, não tenho executado treinos programados.
Coloquei como meta algumas corridas e alguns treinos de bike para as provas de Pirassunuga, mas não me sinto em condições de fazer .

Isso é IronMan!!

Isso é Pós IronMan !!

Só para vcs terem uma idéia:
Eu treino diariamente, rigorosamente, chego semana atrás de semana nos 100km de corrida, me alimento muito bem, conheço meu corpo, estudo meu corpo, testo meu corpo e não tenho dia off até atingir o objetivo.

E o Pós IronMan me derrubou.
To engatinhando aqui . . .
To de 4 no chão . . .

Me fez sentir uma pouco mais de respeito por ele.

Respeito!!!

Respeito pelas distâncias dessa prova, e consequentemente mais respeito pelos limites do corpo, e respeito pelas novas situações.

Respeito é preciso.

Respeite o IronMan...

Eu já respeitava muito, só fui fazer meu primeiro depois de 15 anos de provas........

quis desafia-lo um pouco mais, e ele me colocou bem no meu lugar.

To escutando uma voz na minha cabeça mais ou menos assim:
``Fica bem quietinho ai Ciro...... Vc não é nenhum superman´´

Competição gera comparação

Recoloco um dos textos que escrevi em junho, pois aconteceu um fato comigo.
Ele é uma resposta a uma crítica.

Acredito que para um bom entendedor, meia palavra basta.

ciro


O esporte é uma atividade descrita no dicionário como:

``Prática metódica de exercícios físicos, que consistem geralmente em jogos competitivos entre pessoas, ou grupos de pessoas, organizados em partidas´´.

Simples né??
Não fui eu que escreveu isso.
Isso esta descrito em qualquer dicionário da língua portuguesa.

É fato, eu concordo plenamente, e acredito que as pessoas que o praticam, não interessando a modalidade . . . também concordam.

OK . . .

Vamos partir do princípio de que se duas equipes competem uma contra a outra,
ou
em um esporte individual uma pessoa disputa contra a outra,
na maioria dos esporte sempre tem um vencedor,
mesmo que em certas regras haja empates,
no final, 1 sempre tem que ganhar.

OK...

É natural, automático, e é instinto do Ser Humano competir e se comparar .

Os que perdem sempre se comparam aos que ganham . . . e isso é ótimo,
pois só assim pode ocorrer evolução e renovação.

Nunca o campeão de hoje será campeão para sempre.

Os que perderam hoje, irão evoluir de uma única maneira:
Se comparando com os campeões.

Toda modalidade é assim, desde o maior esporte do mundo, o futebol, até o mais simples e menos jogado no mundo como ............ sei lá...... bolinha de gude, ou bafo.

Praticar por praticar é ótimo!
Todo mundo começa em uma modalidade esportiva por diversão, prazer, curiosidade. . .
mas se ela gosta e começa a praticar pra valer, ela vai se comparar com outras pessoas de nível maior para poder evoluir.

Isso é básico, não tem como fugir, essa competição acaba até indo para a área profissional, no trabalho.
Competição pode ocorrer em qualquer área, até no mundo artístico, musical, e pessoal (irmãos contra irmãos, marido contra mulher ...etc, etc, etc).

Na vida animal e vegetal é claro, também ocorre competição..... na verdade foi daí que ela surgiu:

Animais lutando entre animais para acasalar, ou pelo alimento..... Ou plantas lutando umas contra as outras para obter maior luz solar, ou mais água e nutrientes do solo.

O Ser Humano apenas inventou o esporte como uma maneira regularizada para haver competição.

OK...

Agora vocês que concordam com o que eu disse, devem estar se perguntando por que o Ciro tá falando tudo isso.

Minha mensagem é a seguinte:
Competição é fato, existe e a maioria das pessoas compete......

O esporte esta ai para que façamos nossas ``batalhas´´ sem que ocorram ``mortes´´.

Sempre vai existir o cara que é melhor do que vc, e o cara que é pior que vc.

M a s ... o melhor de tudo é saber que o cara que é pior hoje, poderá ser o melhor amanhã....
e naturalmente ele será o cara a ser copiado.

Se vc não curte competição, e acha que todos são sempre a mesma coisa, mesmo nível e que não deve que existir os melhores e os piores.............

e mais, se vc acha que não deve haver premiação diversificada para os melhores, sendo eles amadores ou profissionais . . . por favor,

fique em casa assistindo televisão sentado no sofá comendo pipoca, bolacha recheada e tomando coca cola. Ai, no aconchego do lar, vc não será comparado a ninguém.... pelo contrário:
Ninguém vai querer se comparar a vc.

No esporte deve haver diferenciação SIM.

Tudo dentro de regras e sempre honestamente e democraticamente.......

Isso é bom.... eu gosto e a maioria gosta!!!

ciro violin

Treinos!!




Quinta feira:
Corrida: 18km em 1h13
Natação: 15 x 200 a cada 3´ progressivo


Sexta:
Corrida: 10km ritmado + 4 x 1km forte
Natação: 15 x 200m a cada 3´ decrescente

Sábado:
Transição-> 2km Swim + 42km MTB
Natação: 2km leve
Corrida: 10km leve 43min

Domingo
Natação: +/- 2km no mar
Bike: Prova: Granfondo do Brasil de Ciclismo 106 km 38km/h média Ubatuba-Parati-Ubatuba
Corrida: +/- 12km em 50min ( logo depois da prova )

Estive em Ubatuba participando de um das provas mais legais de ciclismo do Brasil:
Chama: Granfondo Brasil de Ciclismo.

Sai de Ubatuba, do centro, vai até Parati 53km e retorna, e faz mais 53km.

Tava inscrito na prova, mas como nadei de manhã perdi hr e não peguei o Kit, corri sem inscrição mesmo.
Percurso muito duro da Rodovia Rio-Santos, e paulada atrás de paulada, pulei no primeiro pelote pós retorno.
Viemos em 12 até o final onde levei a Cláudia Tollendal para a chegada.

A mulher (Cláudia) que anda como um homem... venceu o geral feminino contra atletas que profissionais feminino.
Ela ganhou nada menos da atleta Rosane Kirch, que compete pela equipe italiana, Michela Fanini Record rox

Pedala demais essa a Claudinha!!!!!!!!!
Acabei chegando em 10.

Fora que a Rio-Santos foi fechada completamente durante o evento, e tinhamos toda a rodovia só pra nós....... na premiação das categorias a Federação Paulista de Ciclismo deu um show.

Todos os que subiam no pódio levavam ``brindes´´...

E o que vcs pensam quando falamos ``brindes´´ ?????

Boné, camisetas, chaveiros não é ???
Lá cada campeão da categoria levou um brinde pra casa que se chama BICICLETA SUNDOWN

Pois é moçada..........Que vergonha senhores organizadores do Triathlon!!!!!!!!!!!

Que vergonha da Federação Paulista de Triathlon.

Aliás.... existe Federação Paulista de Triathlon?????

Que vergonha!!!!!!!!!!!!!!!

Cada campeão no Granfondo levou uma BIKE pra casa,
e os segundos capacetes, e os terceiros pneus MAXXIS, os quartos aros VZAN, e assim por diante.
Que vergonha que deu do TODO PODEROSO TRIATHLON!!!!!!!!!

No IronMan Brasil... paguei incríveis Mil reais da inscrição, e depois de ganhar o GERAL amador levei um perfume de 15 reais da Avon.
Que vergonha ...... que vergonha!!!!

Parabéns à federação Paulista de Ciclismo pela organização do evento

Como disse o Guto Antunes em seu Blog:

``.... eu percebi a escassez de nosso esporte frente outras potencias como a natação. Lutamos como atletas para pagar o custo de provas e de todo material para podermos manter nosso sonho vivo.
Nós, atletas do triathlon, somos obrigados a financiar as federações as quais somos filiados para poder manter a ilusão de um sonho de medalha olímpica viva...´´




Registro de treinos!!!!

Voltando aos relatos dos treinos . . .

É isso ai, já to inscrito para Pirassununga (Short no sábado e Long no domingo) então ralar é preciso.

Não estava registrando os treinos, pois eles não eram muito interessante e nada de muito diferente. Treinos normais de 2 a 2.5km de natação + uma corrida de 10 a 15km ou pedais de 45 a 60km.

Mas na quarta-feira dia 29/10 engrenei.

Quarta
Bike: 60km de MTB na terra 27 de média em um percurso com subidas
Natação: 3mil sendo 15x 200 pra 2´45´´ fechado

Quinta:
Natação: 1000m aquecimento + 20 x 100 a cada 1´30´´ fechado
corrida: 10km ritmado + 5 x 1km a cada 4´ fechado

Sexta
Bike: 30km leve
Natação: 4 x 500m forte a cada 7´+ 5 x 100m forte a cada 1´30´´ fechado
Corrida: 18km ritmado na terra pra 1h15´

Sábado 6h da manhã
Transição
Natação: 12x150m a cada 2´fechado
Bike:42km 35.6 média
Corrida: 10km trote em 43 min

Corrida à tarde 10km leve trote 45 min

Domingo:

Short Triathlon - Copa do Interior de Triathlon em Piracicaba
1h03:50
2 geral - 45 segundos atrás do profissional Clemerson Buck.
1 na cat 25/29

Apesar de ter feito um IronMan a 20 dias, ja fui socar o pau num short.
O percurso da bike é bem complicado com subidas duras e curvas fechadas.
É bem técnico, mas vale a pena.
Por incrível que pareça ainda abaixei o tempo da etapa de março no mesmo local.
Achei que estaria lento e cansado, mas não. Fiz uma boa prova e gostei do resultado.
Chegar atrás 45 seg do Buck foi ótimo, já que ele esteve participando este ano de provas da ITU na Europa, e esta com o ritmo de prova em dia.

A competição é idealizada pelo Nilton Cardoso de Piracicaba. Uma prova muito bem organizada:

Percurso ótimo, muita gente bonita (mulheres claro), boa hidratação, durante e pós prova. Acaí batido no potinnho pra todos os atletas, camiseta de ótima qualidade (feita pela empresa do atleta Fábio Furlan)..... e claro o banheiro mais limpo que eu já fui em dias de provas de triathlon.
Incrível a limpeza do banheiro.
Não estou sendo irônico.
Se vc fez a prova, não é o banheiro do parque, e sim o banheiro que tem fora do parque, logo ao lado dos restaurantes.

Parabéns a todos que completaram a prova...
à organização do evento.....
e o belo sprint de mais de 300m entre os novos garotos Luigi e Victor, que todos pararam pra ver.