O TAO DO TRIATHLON

Por MAX
da Kona Bike de Curitiba
www.konabikes.com.br



Às vezes, gosto de pensar no triatlhon não como esporte, mas como arte marcial. Trata-se, afinal, de um combate constante com os próprios limites, e também contra adversários. De lutas interiores e batalhas exteriores. De lágrimas, suor e por vezes sangue. E de vida e morte, porque durante os treinos, nos matamos cada dia um pouquinho (literal e figurativamente), para depois de cada prova renascer, vitoriosos - ainda que seja por haver tentado.

Uma vez aceita essa proposição, o triatleta, enquanto praticante de arte marcial, passa a ser um guerreiro. Tem seu uniforme, que o torna parte de uma tribo, e lhe confere uma identidade perante o mundo ao seu redor; tem seu mestre, responsável por orientá-lo no caminho da natação, ciclismo e corrida; tem suas práticas diárias, que o tornam capaz de nadar, pedalar e correr mais rápido, ou mais longe, ou ainda, quando ele for um grande guerreiro, mas rápido E mais longe. Tem seus rituais, que lhe permitem ao longo do tempo nadar pedalar e correr como se nadarpedalarecorrer fosse uma coisa só. Por fim, tem suas Grandes Provas – que mesmo pequenas aos olhos dos outros, para ele serão sempre Grandes, porque envolvem superar a si e aos outros em 3 campos de batalha diferentes.

Assim era também com os Samurais do Japão feudal, que além de dominar a arte do manejo da espada e do arco e flecha, deviam ser proficientes no combate corpo a corpo. Eram, de certa forma, triatletas sem saber. Só que além da prática diária nessas três modalidades, eles exercitavam com igual dedicação a Poesia, o Arranjo Floral e a Cerimônia do Chá. E é justamente nesse ponto que o Samurai-Triatleta de ontem e o Triatleta-Samurai de hoje começam a traçar caminhos divergentes. É nesse ponto que, no meu entender, temos a grande lição a aprender.

O Samurai, na prática das artes marciais, desenvolvia a técnica e o preparo físico que tornavam seu corpo apto à luta com o inimigo externo, assim como faz o Triatleta hoje em dia sem seus treinos. Já no exercício da Poesia, do Arranjo Floral e da Cerimônia do Chá, o guerreiro japonês buscava o equilíbrio e fortalecimento do seu espírito, que o permitia melhor enfrentar e vencer seus inimigos internos. E porque ele sabia como também nós sabemos que o inimigo interno (materializado no Medo, na Insegurança, e na Arrogância, dentre outros) nos derrota antes, e com mais facilidade, que o inimigo externo, o Samurai confiava menos no poder da técnica e do preparo que na força da vontade e do espírito.

Nesse ponto, me parece que nós, Triatletas-guerreiros de hoje, temos um vazio a preencher. Algumas vezes, ganhamos (i.e. compramos) nossa faixa preta antes de aprender a lutar, e, pior, acreditamos que ela detém o segredo da vitória. Com isso, corremos o risco de virar guerreiros de desfile, preocupados em mostrar nosso equipamento, uniforme e porte físico, mas desprovidos de ética, coragem, e humildade. Corremos o risco de, na pressa de buscar a vitória, desprezar outras faces da luta – como a técnica, o tempo de aprendizado e as derrotas – que são pré-requisitos da vitória sadia. E, levados pela crença cega e dependência exagerada nos equipamentos e na tecnologia, podemos até vencer os outros, mas continuaremos sempre perdendo para nós mesmos.

Talvez a nossa chance de resgatar em nós a essência do esporte esteja em voltar um pouco às origens, e nadar bastante em águas abertas (somente de sunga) pedalar muito na estrada (com um "coração" de ferro), e correr sob sol, vento ou chuva (de calção e camisa de algodão, e um tênis qualquer). Deixar de lado, ainda que em alguns treinos somente, a crença nas promessas da alta tecnologia, e recuperar a confiança no que somos capazes de produzir sem carbono, sem vitaminas, sem hormônios, sem GPS e sem EPO. Esgotar as nossas possibilidades de melhorar sem recursos externos. E, porque não, trocar algumas horas de musculação por alguma atividade que acalme e fortaleça o espírito.

Como conseqüência, imagino que voltaríamos a nos aproximar daquele caminho trilhado pelo Samurai – o caminho que leva o Guerreiro, na busca da perfeição em sua arte, a tornar-se um indivíduo melhor.

E quem sabe, como efeito colateral, chegaríamos (guardadas sempre as devidas proporções) mais próximos daquele que deve ser o resultado mais fantástico da história do Triatlhon até hoje:

Mark Allen, 1980 – natação .50 min, ciclismo 5hs03min, corrida 3hs:30min. Total 9hs 24min. De sunga, carroção (bike pesada) e roupa de algodão.

Matéria do jornal Reporter Leme antes do Hawaí

Na semana do aniversário da cidade de Leme, e com pouco mais de 1 mês para meu embarque rumo Kona, saiu uma matéria minha em um jornal local chamado Reporter Leme.

Foi uma matéria sobre minha ida para o IronMan Hawaí.
Este jornal tem apenas 2 anos e teve como idealizador Henrique Andrielli, um cara muito gente boa, que além de ótimo jornalista e escritor, era palhaço de circo com direito a nariz e pinturas originais em festas e teatros de crianças.
Briguei com ele por 15 minutos para NÃO tirar esta foto ridícula da matéria...... mas não teve jeito. Ele me convenceu.
Um dia antes do embarque o Henrique infelizmente faleceu.

Uma pena, pois ele deixou para trás além de 2 filhas, e um meio de comunicação em expansão, e um jeito irreverente de viver... fora o ``controle´´ dos gastos públicos nesta - b e l e z a - de cidade em que vivo. Muitos políticos agradeceram esta perda, pois o Henrique lutava muito pela ordem e honestidade nos vereadores e principalmente do prefeito.

Acredito que a cidade agora esta sem seu principal VIGIA noturno e diurno e estamos todos meio perdidos sem o Henrique para nos representar.

Espero que alguém mantenha esse ótimo jornal, tentando pelo menos um pouco, manter a qualidade de um jornalista como foi o Henrique.
Aqui, deixo meu sentimento à sua família.










Click na imagem para abrir a matéria


-

Amadores em Santos

Na ELITE-Amador quem ganhou foi Luiz Felipe Bettoni, com 2h05 e foi o 14 no geral

No Short quem venceu o geral foi o atleta do Pinheiro Arthur Ferraz com 1h01, e no feminino o fenômeno Flávia Fernandes também do Pinheiros ganhou com 1h06 sendo a 22 no geral.

22 no geral!!!!



Quem ganhou o profissional foi o Galindez, que voltou a correr o Trófeu Brasil em Santos.
Ele que já ganhou 7 vezes esse campeonato, saiu lá de trás e fez um pedal muito forte:

Meteu incríveis mais de 45km/h de média na bike, já que em seu tempo de 53´estão incluidos as transições. Isso em Santos.... que sabemos quantos inúmeros retornos tipo cotovelo tem naquele percurso.
Se não bastasse pedalar nesse tempo..... ele ainda correu a la Adriano Bastos e fechou os 10km em 32´. Total de 1h52´
Muito forte!!
Parabéns pra ele.

No feminino, briga boa entre Pamela Oliveira e Vanessa Giannini. A Pamela saiu bem na frente da água, e mostrou que esta aprendendo pedalar. Só correu um pouco mal, o que deu vantagem para a especialidade da Vanessa. No final quem ganhou foi a Vanessa com 2h10.

Muito bom... Parabéns a todos!!!

Entrevista para o site Mundo Tri

http://www.mundotri.com.br/2009/10/destaques/triatleta-ciro-violin-fala-sobre-o-mundial-de-ironman/



Obrigado pela oportunidade Wagner

Três mortes na maratona de Detroit

Três homens morreram enquanto participavam da maratona de Detroit, esse fim de semana passado nos Estados Unidos.

Dois deles caíram ao chegar e um terceiro teve problemas pouco antes da marca da meia maratona. Foram levados a um hospital, mas não resistiram.

As primeiras informações dão conta de que eles sofreram problemas cardíacos.

Apesar de muito noticiadas, as mortes em maratonas são relativamente raras, segundo estudos citados pelo jornal "Detroit Free Press", que é um dos patrocinadores da corrida. Algumas pesquisas calculam o índice de morte em um por 67 mil participantes; outros estudos estabelecem o índice em um por 100 mil.

Fonte: Folha on line

Meu dia em Kona

Meu dia de prova começou as 4e50 da matina. Acordei com o Otávio já acordado... me dizendo: `` É hoje ´´

E eu emendei:
``É hoje mesmo... Se não me fodo, não me divirto´´ ( Frase do Marcão )

De cara logo de manhã já tomei um gel com coca cola.... saí para um trote matinal na Alii Dr. e por incrível que pareça encontrei mais 2 caras trotando.
Isso é Kona pessoal!!!

Bora pra transição, chegamos atrasados e nos perdemos para achar onde numerava, e colocava as sacolas de comida (bike e corrida)
Colocamos a roupa, protetor solar, touca e entramos na água.
Nos falamos um boa sorte, e cada um foi para um lado.

Os profissionais ja haviam largado 15 min antes . . . . . logo que entrei na água pra aquecer encontrei o Toni Ferreira nadando na minha frente e pensei... o Toni já esteve aqui por 4x... ok... vou onde ele for.
Fiquei bem no meio. Tomei mãozada, canelada, e um ficava tentando afundar o outro por uns 7 min até BOOOOM!!!!!
Largamos... 1800 homens e mulheres.
Minha nossa!!!!!
Que lokura!!
Quanta pancada, chute, mãozada na cara, pezada no óculos.
Até subi em cima de um cara com a prancha.
Demorei uns 10 min para começar a nadar da maneira correta...
Não gostei nenhum pouco da minha largada, se eu pudesse voltar atrás iria para um dos cantos.

Outra coisa, esse ano não tinha o barco como referência, eu não sabia para onde estava indo. Só fui atrás dos outros o tempo todo. Era uma pequena boia no meio do mar, acho que muita gente errou nesse ponto.
Retornamos e eu comecei a nadar bem. Tava me sentindo bem e comecei a nadar com as braçadas tipo manco. Adoro nadar assim, e é o jeito que vou mais rápido.
Saí da água com 55´50...bom, muito bom!!!
Fiz a transição bem tranquilo e bora pra bike.

Percurso muito bem organizado, com proteção para ninguém entrar na frente. Fazemos um trecho de uns 7 km dentro da cidade até pegar a rodovia. Nessa hora encontrei o Topan, e pensei... Ótimo!!!! Vou ver quanto tempo aguento ficar junto dele.
E assim fomos nossa viagem rumo a Hawwi.

Um posto de hidratação a cada mais ou menos 10km e aquele canudo do aero drink quase entrando no olho ..... e me lembrando a todo momento de beber líquido.
Eu bebia mesmo sem querer... Já tava cheio, mas bebia mesmo assim.
O sol já tava pegando e os alemães que nadam mal, mas pedalam bem, começavam a passar.
Tem uns caras muito forte!!!!
Mas tava aguentando ficar perto do Topan.... Ta ótimo eu pensava!!!

Com uns 50km o Toni Ferreira passou por nós..... pensei: Ótimo!! Mais uma ótima referência.
E assim fomos indo....
Cruzamos com os líderes e vi o Reinaldo em 3 lugar.
Chegando em Hawwi, tem uma subida de 10km, e vento contra, muito vento contra.
Retornamos com média de 36.5km/h.......peguei minha sacola com gels e um 220v quente...
Que se dane, vai quente mesmo, falei.

Uma descida de 10km com vento a favor que eu nem tinha mais marcha. Muita gente me passou nesse percurso, e por um tempo perdi o Topan de vista.

Nessa hora tava exatamente me sentindo como no IronMan Brasil, comecei a ter aquela dorzinha chata nas costas... mas fui indo e pedalando junto com um grupo de 30 caras.

Pedala, pedala, pedala, e kona à 70km
Pedala, pedala, pedala, e Kona à 60km
Pedala, pedala, pedala, e Kona à 50km
Minha nosssssa!!!!!!
Não chega mais essa cidade!!!!

No km 145, comecei a me sentir bem, exatamente como no Brasil. Comecei a pedalar e rendia, pedalava e rendia... mesmo com o vento contra, pois o vento mudou...
claro, estamos na Big Island a Ilha malucado Hawaí.
Mesmo com vento contra eu estava rendendo, e fui passando gente e até passei a Michelle Jones. Pensei comigo: BLZ, to bem, essa mulher é muito forte!

Ai faltando 10km resolvi tomar um ADVIL. Clipado, com medo dele cair, fiz uma concha com a palma da mão e apertei com a outra para sair da embalagem.... o que aconteceu??
Ele explodiu.... Gel de Adivil para todo lado. O que eu fiz??
Comecei a lamber minha mão para não desperdiçar o tão precioso.
Burrice!!!
Minha boca amorteceu... não senti mais os lábios nem minha língua.
Claro que iria acontecer??????
Claro que iria.... mas claro que não pensei nisso né??
Tava com 4km de natação e 170km de bike no sol do Hawaí, no meio de um IronMan.
Não da pra pensar em algumas coisas básicas dessas.

BLZ.... fui lavando a boca com Gatorade e água até a transição.

Entreguei a bike, corri para minha sacola, coloquei o tênis e saí pra corrida. Saí de trote devagar ao lado do Topan.....
Que calor que estava!!!!
Tava muito quente!!!

Cruzamos com os lideres novamente, um bolo de caras feras correndo forte. Fui cadenciado, ritmado e com medo até os 7km. Faz um retorno e volta pelo mesmo lugar. Correndo pela Alii Dr. com um monte de gente falando Good Job - Go - Good Job - keep Going
A poderosa Michelle Jones me passou (Ela corre bem) e fui no passo dela por uns 6km até que ela desmontou na minha frente.
É desmontou minha gente........... caiu e ficou parada esticada no chão.
Pensei:
Nossa!!! Essa mulher já ganhou aqui e ta desmontando assim.
Bom... To bem!!

Corre, corre, corre, bebe água.
Pega uma puta subida e chegamos na rodovia em direção ao Energy Lab.
Corre.....bebe água Ciro!!
Cade esse Energy Lab??
Corre...corre...corre, bebe coca-cola.
Cade esse Energy Lab porra??
Corre, corre, corre.
Pega água, gel, mastiga gelo.
Roubaram o Energy Lab p. merda?!?!?!?!

Eu e o Topan correndo juntos e cadenciados.
Fizemos o retorno lá no maldito e inferno do Energy Lab.........
essa hora foi muito legal, pois estávamos correndo em um grupo de 7 caras num bloco só, todos juntos e na mesma passada.
Foi muito legal!!!
Corre, corre, corre . . .
Mesma passada!
Corre.... Corre...Corre.
E aquele barulho do tenis molhado Shock Shock Shock não sai da minha cabeça.
Corre, corre, corre
Peguei minha sacola do special needsssss que tinha uma Pedialite 90% (soro pra criança com diarreia que vende na farmácia)
KM 30, tomei quente mesmo e comecei a apertar o ritmo. BLZ Ciro, agora faltam 12km e eu to bem... peguei mais uns caras, continuava bem.
Corre - Shock, corre - shock, corre - shock..... eita barulho chato!!!

Cruzava com o pessoal andando do outro lado, e eu ainda me sentindo bem.
Larguei aquele grupo pra trás e passei mais uns 12 caras na frente.
Puta merda como tinha gente na minha frente!!
Claro Ciro... isso é campeonato mundial... esqueceu??

E corre..... corre....
Uma última olhada pra trás...
corre, corre, corre
Última milha.... e senti uma baita dor no dedo do pé.
Uma bolha estourou que me fez mancar até o final.
Sorte.... se esta bolha tivesse estourado antes, minha prova estaria acabada.
Tive sorte!!


Vô cruzar a linha de chegada no Hawaíííííííí ! ! !
Porra o que eu faço?!?!?!?!?!
Não me aguentava por dentro!!!

Pensei em várias coisas, mas o que acabou saindo foi um aviãozinho meio tonto que até ficou legal.

Cruzei a linha de chegada com o cara falando meu nome:
Cirou Vaiolin from Brasil

71 lugar no geral de 1890 atletas sendo 151 profissionais
18 no geral amador
7 na categoria mais forte 25-29
2 melhor brasileiro - melhor amador brasileiro no Hawaí

Puta merda que da hora!!!!
Essa brincadeira de maluco chamada IronMan me fisgou. Já to apaixonado.
Quero demais voltar o ano que vem lá.
Vou fazer de tudo para isso acontecer .

É bom demais atingir o objetivo proposto.

Muito bem.............Final do duro dia.

Fui acompanhado por 2 pessoas até onde eu quis parar e sentar. Me trouxeram uma garrafa de coca e agua. Só tomei isso.
Ficamos conversando e falando sobre a prova e o recinto foi ficando cheio de IronMans pós prova.
Uns muito bem, outros muito mal, com soro na veia, e pizza pra todo lado!

Mas que droga, não posso comer por que to mal do estomago... Porra justo agora?!?!?!
Mas ta bom...... tá ótimo!!!!!
Ainda não caiu a ficha que terminei inteiro a prova.

Valeu pela torcida de todos!!!



Minha chegada em Kona - 2009
Tempo de prova: 9h21


video

Dia 2 pos prova!!!

Nosso dia 2 pos IronMan Hawaii foi normal. Quero dizer... nao tao normal pois estou aqui em Kona, e essa ilha tem alguma coisa diferente.

O Mark Allen (6x campeao no Hawaii) sempre falava nos DVDs que a ilha tinha uma energia que intimidava. Te dava forca, mas tambem te derrubava.

Eh claro que pode ser placebo (psicologico) mas nao sei... acontece algo diferente aqui.

Tem noite que a gente dorme bem... tem noite que a gente dorme mal. Tem dia que vc corre bem, e tem dia que vc corre mal.
Tem dia que vc come de tudo e nao acontece nada, e tem dia que vc nao come nada e passa mal do estomago.

Hj ja treinei normalmente, fiz uma transicao leve, bem leve de 23km bike + 7km corrida. Bem leve, e depois nadamos no mar.

To bem fisicamente, apenas meus dedos dos pes estao inchados e com as unhas roxas.
Ah sim... hj depois de um um mes minha canela nao doeu nada.
Nada, nada , nada.
To falando que esta ilha eh meio maluca!!!!
Durante a prova ela doeu, mas as condicoes da competicao sao tao adversas, tao diferentes, tao desafiadoras, e tao dificil que a dor na canela foi muito fichinha de controlar.
Tirei de letra.... ela nao me atrapalhou. Poderia ter corido melhor sim, mas em nenhum momento foi por causa da canela. Fiz na maciota, na cadencia, na cabeca, pois tava com medo de quebrar.
No final o resultado foi muito bom e fiquei contente.


No fim da tarde de hoje, sentamos para ver o por do sol ao contrario, ((nao falei que essa ilha eh estranha?)) bebendo uma cerveja. Puta cerveja forte!!!! 2 copos e fiquei bebado.

1 Dia Depois . . .

Hoje o dia foi estranho, ja que estou acostumado a terminar as provas e ir embora pra casa. Passamos o dia inteiro no apartamento, e so saimos para ir ao supermercado.

Sinceramente to completamente perdido sem saber o que fazer.
Fiquei o dia inteiro de bode, recuperando... e hoje tambem aparecem as dores... outras dores que ontem eu nao tinha, hoje elas apareceram.

Mais duas unhas roxas nos pes alem da sola com bolhas...... esta ultima, sim esta me incomodando bastante.

Dores nos 4driceps, e nas batatas, alem de um roxo na canela e um no ombro, que devem ter acontecido na pancadaria daquela largada.

Meu estomago tambem nao esta dos melhores..... Tinha prometido comer algumas coisas depois, mas enquanto nao melhorar desse mal estar, nem posso pensar em pizza.

Na chegada ontem tinha umas pizzas que estavam parecendo deliciosas, mas meu estomago ja nao estava bem desde o km 30 da maratona, entao tomei meu ultimo gel la no Energy Lab (30km) e vim so pegando agua nos postos.
Deu pra chegar bem, mas depois nao consegui comer nada solido.

O mais engracado foi minha alimentacao na prova.... depois conto direitinho, mas consumi 14 gels. So gels, com agua, gatorade, e coca. So que comecei a prova com 12 gels e terminei com 16.
Estranho ne?
Entao.... fui pegando os gels que eles davam e guardava. Pegava um gel a cada posto e tomava outro.... na chegada peguei mais uns 3 entao sai com o saldo positivo de saches de PowerBar.
Otimo, levo embora, ja que nao teremos mais acesso a estes produtos, pois parece que parou de vender no Brasil.

Tem mais coisas que aconteceram na prova.... como um problema com o Adivil, mas depois conto.

No final meu resultado ficou assim:
71 no geral de 1800 atletas sendo 150 profissionais;

18 no geral amador,

7 na categoria 25-29

Eh . . . campeonato mundial no Hawaii... o buraco eh bem mais em baixo.

Sao 23 horas aqui e vo indo pra cama.

ABS do Ciro

Obrigado a todos

Ola galera . . .

primeiramente gostaria muito de agradecer todos os comentarios.

Muito obrigado!!!!!!!!

Parece que bastante gente acompanhou a prova, e isso eh muito legal.
Mais uma vez muito obrigado.

Depois falo mais sobre a prova, mas estamos bem aqui. Dores basicas que normalmente temos depois de um IronMan.... mas to bem, to inteiro e vo conseguir trotar hj a tarde.

QUE PROVA DURAAAAAA!!!!!!!

Como o Topan disse logo depois que terminamos:
'' IronMan eh IronMan........Kona eh Kona''

Nao tem nada igual a isso aqui pessoal.
Digo pelas dificuldades.
Eh muito foda.
Eh tudo exagerado, extamente como os americanos gostam

Muito quente.
Venta demais.
Sol demais.
Umidade demais
Pancadas demais na agua
Chuva de menos.
Gente demais te incentivando

Ontem literalmente fritamos..... o asfalto fica exageradamente quente, e quem tem remendos nas camaras..... o remendo solta.
O tenis fica quente, e como ja esta umido, piora as bolhas...
Bom....
Nao ha melhor lugar para se ter um campeonato mundial de IronMan.
Tem que estar bem treinado para estar aqui.
Nunca vi tanta gente passando mal.
Os profissionais quebram feio, e os amadores entao.... quando nao estao preparados, quebram de ir parar na ambulacia.

Conversamos com a Fernanda Keller depois da prova, e ninguem melhor do que ela para dizer o quanto foi dificil ontem.
Elas ja esteve largando aqui 23 vezes, e disse que ontem foi de longe a pior delas... pois estava muito quente e umido.
Eh so vcs verem os tempos dos caras...aumentaram absurdamente.

Eu fiquei feliz...... na minha briga pessoal comigo mesmo.... ontem empatei.
Se vcs verem minhas parciais de bike e corrida, esta tudo bem cadenciado, e constante.
Bem pe no chao....do jeito que gosto.

Minha prova foi baseada na prova do Topan....... niguem melhor para acompanhar, ja que esteve aqui 3 vezes.
Foi otimo ter a referencia dele. Foi bem legal...fizemos a prova inteira juntos.
Sou fa deste cara que tem 43 ano e tem o record em tempo da escalada do Aconcagua, e eh um puta triathleta.
Valeu Topan!!!!

Da pra evoluir e melhorar muito. Tenho que aprender muito ainda. MUITO!!!

Mas acho que foi um bom comeco.

Melhor ainda eh saber que tinha um montao de gente ai torcendo pra nos aqui.

Agradeco demais. Se eu pudesse daria um abraco em todo mundo pessoalmente.
Mas aqui fica meu abraco virtual em todos ai.

Valeu galera!!!!
Depois falo mais.

Ultimo dia ----- antes do Dia D

Aloha pessoal!!!!

Ultimo dia antes da prova, levantei cedinho e fizemos uma transicao de 20km bike mais 5km run e uma natacao de 25 min no mar.
Que mar!!!!
Que agua transparente!!
A agua de fora eh azul azul azul..... e de dentro tambem.
Da pra ver a uma profundidade de ate 20m.
Muito legal!!!

As 2 horas fomos colocar as bikes na transicao, no famoso Pier de Kailua-Kona.
Cada bike!!!!
Muito bem organizado e rapido. Muito rapido.
De entrar e sair demorou 10 minutos apenas... nem consegui tirar foto.

A tardezinha saimos para tirar umas fotos na rua Alii Dr, e as pessoas continuam correndo.... pessoas nao, os triatletas.
Incrivel!!!!
Mesmo depois dos organizadores ''tirarem a forca'' as bikes deles ((obrigatorio a colocaao das bikes na area de transicao na sexta)) eles continuam se exercitando.

Bom.... BLZ, espero que todos andem bem amanha tambem.

Tudo pronto por aqui.
Sao 21h e estou indo dormir.
Amanha vou dar meu melhor.
Vou dar meu melhor

Nao garanto nada de tempo, nem de colocacao, como ja disse:
Estar alinhado para largar nesta prova, pra mim ja eh muito gratificante.

Amanha vou realizar um sonho muito antigo.

Amanha minha briga eh primeiro ... comigo mesmo. Vai ser minha luta pessoal.
Ganhei e perdi de mim mesmo em muito treinos, e provas..... Alias em muitas coisas na vida.
Amanha espero estar em um bom dia para fluir o que treinei.
Se nao der.....BLZ....
To contente demais por estar aqui.
CONTENTE DEMAIS

Boa sorte para todos que largam amanha.... Boa sorte principalmente para todos os brasileiros

Nao se esquecam que a prova comeca as 6:45 da manha daqui, o que eh 13:45 ai no Brasil.
A largada do amador eh 15 minutos depois dos pros.... 7 horas daqui e 14 h dai.
Devo chegar por volta da meia noite, horario dai do Brasil.


http://www.ironmanlive.com/

As fotos sao da maquina do Otavio, que compramos hj.... e ja veio com o cabo.









Maquina pronta , antes de colocar na transicao








Ciro - Reinaldo - Otavio












Foto com Rebekah Keat... que tem 8h38 em Roth Alemanha e que pode ganhar aqui.
Que pernas ela tem!!!!!











No quarto:
A bagunca do Ciro, e a arrumacao do Otavio


Como ta quente aqui . . .

Aloha pessoal . . .

Eu falo aloha pra todo mundo aqui agora.

Qualquer coisa em qualquer lugar eh aloha... muito engracado.

Mas nada engracado eh o calor aqui no Hawai. Nao sei se estou conseguindo passar, mas o calor eh uma coisa impressionante.
Eu corri todos os dias desde que estou aqui, e por incrivel que pareca, quebrei em todos os treinos.
Eh uma sensacao estranha, nao sei se eh o calor ou a umidade, mas parece que estou na altitude. Nao vem o ar.
Eh serio . . .

Parece que estou destreinado e fora de forma. Mas impossivel isso acontecer, ja que meu esporte mais forte eh a corrida, e foi a que mais treinei.

Nao estou entendendo.. To meio desanimado com isso, pois eu curto demais correr e aqui nao vai.
To sentindo uma sensacao de nausea quando corro tambem.

Hoje de manha sai pra correr 10 km em 45min (quebrei), 6e30 da matina e era incrivel a quantidade de pessoa correndo na Alii DR. que eh a famosa avenida aqui em Kona.

Tinha ate fila e parecia que estava rolando uma corrida...
Nossa!!!
E mais da hora.... antes de quebrar, passei a Natasha Badman ( 6 x campea Hawai).
Ontem nadando fiz uma pequena serie ao lado de Cris Macca campeao de 2007.
No mercado encontramos PeterReid (Tri Campeao Hawai) e Camerom Brow (2x vice campeao, e 8 x campeao do Iron NewZeland)

Que da hora!!!!!!

Isso por que estou aqui ao lado do melhor brasileiro da atualidade... Reinaldo Colucci, e de Mariana Ohata o qual sou fa desde 1995 quando a vi pela primeira vez.
Alias.... sobre o caso dela:
Estou com certeza ao lado dela. Nunca se esquecam que ela eh teoricamente a atleta de triathlon mais importante do Brasil, ja que tem 3 olimpiadas nas costas, 3 panamericanos e 7 podios de ITU.
ISSO NINGUEM APAGA DA HISTORIA DELA.
E a nossa CBtri simplesmente esta ignorando a como ela fosse um atleta amador qualquer como eu.
Nao entendo como uma substancia que compra na farmacia pode ser considerada doping
Depois falarei mais sobre isso.....


Voltando........................To quebrado, cansado e desmotivado com a prova.... mas com o ambiente estou literalmente delirando de felicidade.
Agradeco mais uma vez a todos que comentaram aqui no Blog, e essa energia positiva que estao passando para mim.
Vcs nem imaginam como isso ta me fazendo bem.
VALEU!!!!!
VALEU MESMO PESSOAL !!!!!!
Um grande ALOHA para todos vcs

Speed Suit X Terra

ALOHAAAAA

Aqui todos dizem aloha para tudo....

Aloha. Hj sou oficialmente apoiado pela marca de roupas de borracha X Terra.

Aloha. Primeiramente gostaria de agradecer ao Rafael Brandao de Goiania que me indicou para o Glynn, responsavel pela marca em San Diego nos USA.

Aloha. Depois que o Brandao me indicou, conversei com o Glynn por email, ele me deu o endereco aqui onde ele estaria.
Aloha. Ontem fui la pegar a roupa:
Aloha: Uma X TERRA speed Suit.
http://www.xterragear.com/default.tpl?action=full&cart=125494468380298485&--eqskudatarq=8020MP

Ela vai ate o calcanhar sim, mas eh liberada.

MUITO DA HORA!!!!

Se ai no Brasil nenhuma marca acredita... aqui ele eles pelo menos dao uma chance.
Incrivel como tive que vir para USA para alguem me dar algum equipamento.
ISSO POR QUE AQUI SOU APENAS MAIS UM.
Aqui so tem fera.
Se eu chegar entre os 200 primeiros amadores ficarei feliz.

Aqui eh muito quente. Muito quente. Muito quente.
Nao.......
Vcs nao estao entendendo como aqui eh quente. Nao tem como correr com camiseta. Tem que tirar.
Nao da.
Eh muito quente.

Gostaria de agradecer muuuuuuuito, mas muuuuuito os comentarios de "boa sorte'' e ''energias positivas''.

Obrigado messssssssmo, fico muito contente, e tenho repassado isso para o Otavio, que esta comigo aqui.

Estou aqui para realizar um sonho muito antigo, um sonho que qualquer triatleta do mundo tem.......menos o Ale Takenaka que diz que nao quer correr o Hawai
hehehehehehe

Mas eh com certeza um sonho. A cidade respira triathlon.
TUDO AQUI EH TRIATHLON.

Vou primeiramente ME representar, pois fui eu que sonhei, eu que trabalhei para colocar o sonho em dia, eu que ralei, eu que senti dor.

Segundo representarei minha familia.... Gisele - Cesar - Ivan e Regina, pelo apoio com AMOR, moral e financeiro

Terceiro representarei VCS que acessam o blog e me deixam essas mensagens muito legais, as quais estou muito feliz em recebe-las. Mais uma fez muito obrigado.

Represento tambem o Murilao meu parceiro de treinos e tecnico pela paciencia e dedicacao comigo.
Fabiao Leme, e o Henrique Andrielli, que sempre acreditaram em mim, e sempre me divulgaram nos respectivos jornais. MUITO OBRIGADO.
A NewAge por me liberar do servico em um momento importante.

La tras, em penultimo, representarei o Brasil, pois todos sabem das condicoes que o pais tem de fazer, e nao faz. A robalheira e maus exemplos no governo me fazem ter vergonha de morar ai.

E por ultimo, la tras de tudo mesmo. La tras mesmo, escondida atras da porta....
Representarei minha cidade: Leme.
Cidade que nunca fez nada por mim, nem por minha familia, e que tb nunca fez nada por nenhum outro atleta que nao fosse amigo do prefeito...
EH UMA PENA!!!!


Mais uma vez muito obrigado pelas mensagens.

ALOHA - ALOHA - ALOHA

OBS IMPORTANTE:
Nao consigo colocar fotos.... eu nao trouxe a porcaria do cabo, pois o senhor Strozi que trabalha comigo, simplesmente ignorou meu pedido de 4 meses atras. E aqui um cabo custa no WalMart 80 dolares.
Nao vou comprar, me desculpem

Eu to em Konaaaaaaa!!!!!!!!!!

Cara... eu ainda nao acredito.... to em Kona!!!!

To vendo o sol nascer ao contrario

Todo mundo nada, pedala e corre aqui.

Desde manha ate as 10 da noite tem gente correndo.
Tudo aqui eh IronMan... TUDO
No percurso da corrida e da bike tem placas indicando para os motoristas tomarem cuidado com os IronMan s Athlets.... no percurso da corrida tem barracas da Garorade com uns 10 coolers de Gatorades para os atletas pegarem.
PERAI gente.... mas hj eh segunda feira ainda.....

Tem propagandas na televisao dizendo para os moradores e motoristas tomarem cuidado, pois nesta semana Kona eh a cidade do Triathlon.
Quando estamos pedalando, tem caras que param e comecam a tirar fotos....

Vcs nao estao entendendo.... eu to ficando loco!!!!

Eu to em Kona.......

Fomos correr no famoso Energy Lab hoje.... Sei la o que eh aquilo, mas tem um monte de bugigangas virando com o vento, paineis solares, piscinas... e la eh uma subida, 6km la dentro com uma subida na volta, isso por que estaremos la no 26km da maratona.

E o vulcao entao.... Meu... eh uma puta montanha de 4200m de altura... eh incrivel o tamanho da montanha, e eh uniforme. Imaginem um abajur. Eh assim. Uniforme, e vai subindo constante.
Estamos aqui em baixo a 40 graus e la em cima tem neve.
E a cor do mar entao....
Eu to ficando loco aqui, quero morar aqui minha gente.
E os equipamentos da galera entao... que isso!!!!

Fomos numa loja de bike aqui comprar uns gels...... Eu fiquei loco la dentro. Tinha todas... eu disse Todas as marcas de bike que vcs imaginarem.
Nao....
Vcs nao estao entendendo.
TODAS as marcas..... inscrivel!!!

Hj nadamos em uma piscina publica ....... PUBLICA!!!
Piscina de 50m dividida em 2 partes.
UM MONTE DE FERAS NADANDO.
O vestiario parecia o vestiario do Clube Pinheiros.

Vc nao estao entendendo......... preciso me controlar...

Nem sei se vou terminar esta prova, pois sao as condicoes mais adversas que ja treinei.
O calor e a umidade sao altissimas e se fizer alguma coisa errada quebra e quebra feio.
Mas de uma coisa eu tenho certeza:
Ja quero voltar o ano que vem

Minha bike eh a unica de aluminio

Minha nossa!!!
So tem maquinas aqui.

Maquinas mesmo..... mas maquinas que sao movidas por pernas.

Incrivel a quantidade de P3, Kuotas, Scott Plasma 2 e 3, Transitions, S-works, e algumas marcas menores no nome, mas grandes nos detalhes.
A minha bike eh a unica de aluminio ate agora... hehehe

Ah... aqui da casa nao, pois a Mariana Ohata comprou uma bike no WalMart tipo cross para andar por aqui, e ela tb eh de aluminio.

Ontem depois da transicao 60km bike + trote de 9km pra 36min, eu e o Otavio fomos no mar nos batizar....

Acabamos de ver o Ezequiel Morales correndo forte pra variar.

Obs: Nao vou conseguir postar fotos pois estou sem o cabo de descarregar da maquina.

Aloha pessoal . . .

Cheguei....
50 horas de viagem depois, chegamos na famosa ilha Big Island no Hawaii.

To em Kona, a meca do nosso esporte. Nem acredito!!!
Saimos do aeroporto ja demos de cara com Andy Poots, e Bozzone pedalando. Durante todo o percurso ate o apto onde estamos, vimos gente correndo, pedalando e nadando.
INCRIVEL galera!!
Incrivel!!

Estamos hospedados junto com o grande Reinaldo Colucci, e Mariana Ohata. Quem veio comigo foi o Otavio de Araras que classificou com 9h36 em Floripa.

Deu 50h de viagem, pois o aviao atrazou em Miami e chegou atrazado em Los Angeles, e perdemos o voo para Kona.
Dormimos em L.A. trocamos de CIA aerea, voamos ate S. Francisco e depois disso Kona.

To completamente quebrado!!!
E ta quente.... muito quente.

Pelo calor que esta, ja estou pensando que chegar com 10h ja vai ser bom demais da conta.

Eu e o Otavio estamos acordados mais de 24 horas, mas mesmo assim ja fizemos uma transicao:
60 km de bike com 9km de corrida
Pelo meio do caminho encontramos apenas: Fernanda Keller, Norman Stadler, Sturla, Macca, e de novo o Terenzo Bozzone.
O pedal eh muito legal!!! Campos de lava... muito quente